Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas de plástico.

por Fernando Lopes, 13 Set 15

Ver murais de facebook de conhecidos podem ser dos momentos mais deprimentes que me foram dados viver. Na facebooklândia ninguém está triste, todos foram a praias fantásticas, têm amigos amantíssimos, comem em restaurantes fantásticos, têm descentes adoráveis, indignam-se imenso com os maus tratos a animais e depois postam uma fotografia de um «bife três pimentas», sofrem com os refugiados sírios e a seguir vão beber vodka ao bar da moda. Triste, triste, triste, é que a maioria não quer enganar ou outros, só pretende enganar-se a si mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

10 comentários

De Fatia Mor a 13.09.2015 às 23:17

Palavras sábias!

De Fernando Lopes a 13.09.2015 às 23:28

Obrigado, mas não passo de um velho cínico, seguindo as pisadas de Mestre Diógenes. 

De Genny a 14.09.2015 às 09:59

Bom dia, Fernando!
Publico, no FB, temas idênticos a do blog. A maravilholândia dessas pessoas ultrapassa-me, não é a minha forma de viver.

De Fernando Lopes a 14.09.2015 às 10:20

Acho que em muitos casos se trata de um mantra de auto-convencimento,  «Sou feliz, a minha vida é perfeita». Se repetido à exaustão, o próprio acaba por se convencer. Uma mentira mil vezes repetida torna-se verdade, disse Goebbels.

De suricate a 14.09.2015 às 10:11

Eu não existo nas redes sociais, percebo pouco, mas daquilo que percebo vive-se um tempo de registo da imagem como que a atestar uma "felicidade", mesmo quando ela não existe ...ou é falsa. Por exemplo, conheço o caso de um pai que abandonou mulher e filhas durante meses, separou-se não querendo saber das miúdas para nada...e meses mais tarde "postou" (não sei se é assim que se diz) fotos dele com elas num jardim todos felizes, na primeira visita que lhes fez depois de tudo. Mais tarde "postou" fotos das miúdas com aviões em fundo...de onde a mãe temeu que ele fosse fugir com elas, mas quem lê-se as legendas eram fotos de uma família "feliz" a passear...
No outro dia desabafei com a mais velha "vocês não se cansam de andar sempre com o telemóvel atrás a tirar fotos de todas as maneiras e feitíos, qualquer dia nem na casa de banho têm sossego, resposta dela: "Já vens tarde mummy, anda aqui ver uma coisa", e lá esteve ela a mostrar-me dezenas de fotos de gente que fotografa o rabinho, as maminhas, as barrigas...na casa de banho?!?!??!
Definitivamente sou muito mais velha do que aquilo que pareço, porque há coisas dos dias de hoje que eu não vou entender nunca!

De Fernando Lopes a 14.09.2015 às 10:31

Há gente que tem uma enorme dificuladade em lidar com a verdade. Esse pai deve ter tido um rebate de consciência e criou uma realidade paralela. Os jovens têm de ser consciencializados que não se devem exbir demasido on line. Mas quando o exemplo vem dos pais, a coisa torna-se mais difícil.

De Anónimo a 14.09.2015 às 10:39

Olá, bom dia!
Agora estou muito mais descansada. Estava a ficar preocupada pensando que a minha vida era muito enfadonha, já que a dos meus amigos do "face" é animadíssima...
Boa semana
Bj, MM

De Fernando Lopes a 14.09.2015 às 11:32

As vidas enfadonhas como as nossas, são o normal. Alguns gostam de exibir apenas o lado solar e as indignações à la carte. Nada que nos deva preocupar.



Beijo.

De Paulo Vasco Pereira a 15.09.2015 às 00:28

Trata-se de um mundo de máscaras. Image

De Fernando Lopes a 15.09.2015 às 07:22

Ainda mais que no mundo real.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...