Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vazio emocional.

por Fernando Lopes, 14 Jul 15

O ser humano não é feito para estar sozinho. Alguns habituam-se à solidão, mas falta sempre qualquer coisa, o outro. E este estar em si é cada vez mais comum. Relações e casamentos falhados, timidez, a incapacidade de abdicar do seu modo e transformá-lo num pas de deux, são algumas das causas. Na ausência de afectos que preencham os dias, procuram sublimá-los de forma diversa. Uma mulher na casa dos cinquenta, abandonada pelo marido, vista de forma utilitária pelos filhos, pintou o cabelo de cores garridas e passou a estar na linha da frente de todos os combates do BE. Trocou o amor pela política. Conheço outra que se dedicou aos animais. Adoro animais, sei que são fraco substituto de uma pessoa. Um rapaz, após dois casamentos falhados, virou-se para o teatro e poesia. São pessoas respeitáveis, algumas de quem gosto bastante, não tenho coragem de lhes dizer quão fraca é a terapia que escolheram. Porque não há ideal, carinho ou poema que substituam o amor. Certo é que amores são fonte primeira de sofrimento, mas não deve haver algo mais belo que o amor, mesmo que seja para sofrer com e por ele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

13 comentários

De Maria Alfacinha a 14.07.2015 às 00:15

Nada substitui o amor. A sua ausência pode ser disfarçada por muitas e variadas coisas, mas nada o substitui. Simplesmente porque, sem ele, a vida nem merece esse nome :-)

De Fernando Lopes a 14.07.2015 às 11:14

Não podia estar mais de acordo.

De Diogo Martins a 14.07.2015 às 02:52

Concordo com o Fernando. Felizes daqueles que têm companhia!
Eu posso dar um exemplo,eu morava com os meus pais,passava mais tempo só, e a minha realidade mudou há 1 ano e meio. Conheci uma mulher fantástica,vou ser pai em Novembro!!
Tenho pena daqueles que não consigam realizar esse sonho....

De bloga-mos a 14.07.2015 às 04:22

Eu ando a tentar sobreviver com o desamor...

De Maria Alfacinha a 14.07.2015 às 09:46

Toma lá um comentário "à l'Alice" Image

De Fernando Lopes a 14.07.2015 às 11:18

Tu és um beija-flor. Pica aqui e ali e depois tens estas saídas de melodrama. ;)

De Fernando Lopes a 14.07.2015 às 11:16

Que tudo corra pelo melhor. Quando nasce o(a) bebé? 

De Diogo Martins a 14.07.2015 às 16:06

Olá Fernando !
Esta previsto para dia 20 de Novembro....




Abraço

De pimentaeouro a 14.07.2015 às 11:23

Assino por baixo, nada substitui o outro.

De Fernando Lopes a 14.07.2015 às 11:31

Do pouco que lhe conheço, a sua história é uma bela história de amor e dedicação, João. Leio-o em silêncio e fico sempre enternecido com o carinho que dedica à sua mulher, e o modo elegante como atravessa(m) as dificuldades da vida. 

De João Gonçalves a 18.07.2015 às 20:23

Caro amigo,
Agradeço o seu simpático comentário. Eu e a minha mulher tivemos a desdita de berber o cálice mais amargo no fim da vida. É uma doença rara e a única coisa que posso fazer é dar-lhe carinho.
Obrigado.

De redonda a 15.07.2015 às 00:14

Pode ser que na terapia que escolheram encontrem alguém para amar e que os ame...

De Fernando Lopes a 15.07.2015 às 00:38

Essa é sempre a esperança, mas do que tenho visto as pessoas tendem a ser obsessivas pela terapia, negligenciando a envolvente. Quem sabe...

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback