Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vai piorar, Madame Jonet.

por Fernando Lopes, 2 Jun 14

Sugestão da Xana

 

Madame Jonet justificava a queda de 15% nas dádivas para o Banco Alimentar com o futebol, o bom tempo e até com um dia de «comunhões». Não lhe passa pela cabeça que os seus inúmeros despropósitos como «habituámo-nos a comer bife todos os dias» ou «os desempregados passam o dia no facebook» , eram absolutamente inapropriados, até ofensivos para muitos portugueses que vivem os piores momentos da sua vida; que é mais importante a empatia que o moralismo bacoco; que quem se alimenta da boa-vontade de terceiros deve ser um exemplo de não fazer juízos. Existiram menos voluntários e menos donativos, mas Jonet é incapaz de ver nisto uma consequência do seu discurso, justificando-o pateticamente com as «comunhões». Recuso-me a fazer frutificar as Madames Jonets desta vida, a contribuir para a caridadezinha moralista. As minhas dádivas vão direitinhas para quem ajuda sem julgar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

17 comentários

De golimix a 02.06.2014 às 20:07

O problema é que não é ela quem sofre a falta de donativos.

De Fernando Lopes a 02.06.2014 às 22:33

Compactuar com quem faz carreira com a pobreza? A verdadeira ajuda é desinteressada, não preciso dos holofotes dos media, nem dá lições de moral.

De Efeminúsculo a 03.06.2014 às 00:51

Concordo consigo, Fernando! E a senhora não tem noção, ou faz de conta que não percebe quão descabida se torna, em certas alturas. É só pena, que quem precisa, seja "penalizado" por madames destas. Uma boa noite e mais uma vez obrigado.

De Fernando Lopes a 03.06.2014 às 18:53

Perpetuar estas personagens também não é solução. Tenho mais dúvidas que certezas em relação a esta caridade institucionalizada.

De Xana a 03.06.2014 às 12:52

A madame Jonet lembra-me a Susaninha, especificamente uma aquela "tira" em que fala com a Mafalda sobre as suas ações futuras de "beneficiência" e como explica que quando for grande
Deixo-te música (http://www.youtube.com/watch?v=QxlYiJuR8iY ) e um texto ( http://www.citi.pt/cultura/literatura/romance/lobo_antunes/ala92.html )
Beijo, camarada

De Xana a 03.06.2014 às 12:55

Olha, o resto da frase evaporou-se... Aqui vai:
e como explica que quando for grande vai organizar jantares de beneficiência com caviar, leitão, etc para arrecadar dinheiro para comprar feijão e massa, enfim, essas porcarias que os pobres comem (não é literal mas é esta a ideia).

De Fernando Lopes a 03.06.2014 às 18:54

Recordo-me bem, tipifica as «Jonets» e usei a tira para ilustrar.

Beijo.

De O Abominável Careca a 04.06.2014 às 18:35

Bem "metida" a tira da Mafalda. Nem é necessário dar mais nenhuma achega ao texto.
E não estranhes se amanhã vires a "Madame Xonet" como provedora ou secretária de estado num qualquer ministério criada à sua imagem e semelhança.

Um abraço!

De Fernando Lopes a 04.06.2014 às 19:34

A «tira» foi ideia da Xana. Uma boa amiga, portista dos quatro costados e «esperta da cabeça».

De m-M a 06.06.2014 às 11:26

Ora lá está!
Também li isso. Isso e o "o bom tempo levou as pessoas para outros afazeres".
Não me pronunciei como voluntária desiludida e descrente que fui - sim, este ano também já não me apanhou lá.
Exactamente pelas declarações, pela falta de chá e pelo afastamento da realidade...

Beijinho,

De Fernando Lopes a 06.06.2014 às 12:31

É como definiu o grande filósofo Jaime Pacheco, "uma faca de dois legumes". Eventualmente ajuda não vai chegar a quem dela necessita. Razoável seria Isabel Jonet assumir os seus "erros comunicacionais" e seguir em frente, mas parece que a humildade está fora de moda.

Abraço.

De Gaffe a 06.06.2014 às 14:20

Posso pedir-lhe para ler uma "indignação" minha?
(Vá! não leva muito tempo!)

http://agaffeeasavenidas.blogs.sapo.pt/a-gaffe-de-jonet-264580


0brigada.
:)*

De Fernando Lopes a 06.06.2014 às 14:59

É um belo naco de prosa, que me sinto tentado a subscrever na íntegra. Não chame à minha pobre diatribe "indignação"; há muito que perdi a capacidade de me surpreender ou indignar. Como o outro apenas "m'envergonho".

Abraço.

De Cenourita a 06.06.2014 às 19:20

Moralismos e opiniões à parte, fui voluntária pela primeira vez e também fiz o meu donativo habitual. E senti-me muito bem com a minha consciência, pois as ditas Madames Jonets não me dizem nada.

Beijocas*

De Fernando Lopes a 06.06.2014 às 19:25

Importante é sentir-se bem consigo própria. Provavelmente a sua atitude será a mais sensata, ir directo ao objectivo, ultrapassando considerações e tortuosidades. Lamentavelmente esse animal que é a minha consciência política não mo permite.

Beijocas retribuídas.

De Manuel AR a 08.06.2014 às 17:29

Pois é isto já vem de 2012 quando a dita senhora se estatelou ao comprido ao querer fazer politica activa. Coisa que já cometei várias vezes no meu blog.
http://zoomsocial.blogs.sapo.pt/search?q=jonet&Submit=OK

De Fernando Lopes a 08.06.2014 às 19:11

O tema também não é uma estreia aqui na tasca.

http://diariodopurgatorio.com/search?q=jonet&Submit=OK

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...