Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um coração blindado.

por Fernando Lopes, 14 Jan 15

armored_heart_2jpg.jpgImagem:http://www.metalworkers.org/

 

Era este o desejo de aniversário da personagem de um livro que li recentemente. Queria era um coração blindado. O singular anseio ficou a matraquear no recôndito do meu cérebro. Porque sou muito mais coração que cabeça, por certo me seria útil. Um coração que não se deixasse penetrar pela angústia, melancolia, saudade, culpa, inquietude. Que não se deixasse sangrar com tanta facilidade, que não contivesse os sonhos todos do mundo, que não batesse desregulado quando devia estar a ritmo certo, que não se apaixonasse, que não fosse estupidamente pueril nos desejos. Um coração blindado vinha mesmo a calhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

6 comentários

De Fernando Lopes a 15.01.2015 às 23:14

Também precisava de um? A culpa é nossa, por sermos infantilmente sensíveis. Mas no fundo não queríamos ser de outra maneira, pois não?

De Anónimo a 16.01.2015 às 21:54

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback