Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cala-te, ó Fernando!

por Fernando Lopes, 6 Fev 13

Questionado por Ana Drago sobre o cuidado que se deve ter com afirmações como as de Ulrich sobre os sem-abrigo quando se aufere uma remuneração de 60.000 euros/mês, o ofuscante banqueiro disse algo do género:

"Preocupam-se com as minhas remunerações e não com as do Jorge Jesus, se calhar é porque isso tira votos."

Eu explico: a teu lado, o príncipe da Reboleira é um modelo de contenção verbal e demonstra a mais fina sensibilidade social. Tu, Fernando, não passas do Jorge Jesus da banca, assim a modos que para pior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

Na boca do povo

subscrever feeds