Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guarda-Roupa.

por Fernando Lopes, 24 Out 16

shoes.jpgZézinho comprou umas sapatas idênticas a estas

 

Não ligo muito à roupa, no sentido em que desde que esteja limpa e com aspeto não demasiado coçado, serve. Como a maioria das vezes uso exclusivamente preto com um blazer de bombazine (vários tons de castanho, do mais claro ao escuro), não perco grande tempo a escolher. Também compro roupa a granel, se experimentar uma camisa que me agrade e o preço for simpático, trago logo três ou quatro. O mesmo com os chinos. Hoje, porque os sapatos estavam a ficar velhotes – é verdade, sou capaz de usar durante meses o mesmo par – entrei na loja e pedi uns iguaizinhos aos que trazia calçados.

 

A empregada entrou em pânico.

 

- Vai comprar uns sapatos iguais? Assim parece que anda sempre com os mesmos.

 

- E?

 

- Não fica bem. Veja um modelo idêntico de que goste. Assim sempre se nota que são outros.

 

Acedi, trouxe um modelo ligeiramente diferente. Palavra que ainda hei-de entender este fetiche feminino com algo tão desinteressante como um par de sapatos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Golden-Silver-Platform.jpg

 

Regressemos às frivolidades, que o tempo é de Verão, a vida já e dura quanto baste e aqui a taberna tem andado depressiva.

 

Sei que as senhoras que me lêem têm um fetiche com sapatos. Todas as mulheres valorizam imenso o que calçam, o que para nós homens é um mistério. Um pé de mulher é sempre mais bonito sem sapato. De preferência um pé bem tratado e sem unhas pintadas. Não sei bem porquê, mas unhas dos pés pintadas dão normalmente ar de Messalina às suas portadoras.

 

Vendo no calçado uma função meramente utilitária, sei bem como podem valorizar o porte da sua utilizadora. Admito também que existem modelos que são belas obras de design e outros uns socos que até as holandesas envergonhariam. Democrata, tolero quase tudo, até os sapatos de manco que muitas agora usam.

 

Como cada tolo tem a sua mania, quando vejo alguém com sapatos prateados ou dourados, sinto uma fúria canina que me transforma um Boby pronto a destrui-los à dentada. Não há coisa mais horrorosa que sapatos destas duas cores. Por isso, e incapaz de contabilizar os que pensam como eu, deixo um alerta: pelo sim, pelo não, não usem sapatos desses num primeiro encontro. Podem significar o fim de uma relação que até poderia ser promissora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

subscrever feeds