Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É natural a preocupação dos pais com os seus descendentes. Todos exercemos alguma forma de controlo parental. A melhor que conheço é velha como o mundo e chama-se diálogo, com uma pitada de tolerância e confiança q.b. Colocar localizadores nas mochilas das crianças sem as informar (ou mesmo informando) é do mais pidesco que existe. Não podemos nem devemos controlar a vida dos nossos filhos. Têm de cometer erros, imprudências e aprender com eles. Nesta sociedade de filhos únicos, em que circular de bicicleta sem capacete ou joelheiras é crime de lesa majestade, a protecção exagerada é uma doença que os torna incapazes de tomar as suas próprias decisões e aprender com os fracassos. Era o que faltava, um polícia digital nas mochilas dos infantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os desempregados das novelas

por Fernando Lopes, 5 Jun 12

são advogados e engenheiros. Têm um apartamento novinho em folha, decorado segundo os ditames da moda. Vestem roupa de marca, num estilo casual chic. Os filhos frequentam colégios. Mantêm sempre o humor e discutem em tom moderado. São educados, bonitos e dão beijinhos. A maioria dos que trabalham gostaria de ter uma vida assim. De novela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Calma, descontracção e estupidez natural

por Fernando Lopes, 12 Dez 11


A calma com que Sarkozy pretende receber uma eventual descida do rating da França é a imagem clara da cegueira que tolhe o eixo franco-alemão. Político menor, apenas preocupado com a sua reeleição, não compreende que uma baixa de rating implica a médio prazo uma subida da taxa de juro e consequentemente maiores custos de financiamento para a França. Embora tal possa não ser problemático no imediato, é o início de uma espiral que os países do sul conhecem bem. Calma, descontracção e estupidez natural parecem atributos indissociáveis do presidente francês.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback