Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sobre as probabilidades de ser corno.

por Fernando Lopes, 5 Abr 14

Existem «estudos» sobre tudo e um par de botas; no JN uma análise certamente científica das probabilidades de ser corno tendo em conta a profissão. Como é que alguém confessa o inconfessável? Através de um site de encontros para pessoas casadas. A experiência ensinou-me que ninguém é totalmente confessional sobre o que se passa debaixo dos panos ou fora deles, e ainda bem que assim é.

 

Ser corno afecta sobretudo a auto-estima do traído. Seguindo a tradição de serviço público do purgatório deixo aqui aviso solene: se o vosso(a) companheiro(a) é dona de casa, vendedor, médico ou enfermeira cuidai por onde passais pois podereis ter barrosã elegância.

 

Se pelo contrário, poucos dados a análises idiotas, amai o vosso parceiro e dizei-lho com frequência, criai pequenas surpresas, fazei o amor sempre que puderdes, respeitai-vos, e já agora, não percais tempo com estudos idiotas ou blogues que os analisam com um toque blasé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De O Abominável Careca a 05.04.2014 às 17:29

Boas,

É um facto que estes "pseudo-estudos" estão tão cheios de incongruências que o melhor é mesmo não dar-lhes sequer "tempo de leitura e análise".
Que direi eu um mero e insignificante comercial também sou um potencial prevaricador nas artes e mistérios da sedução alheia!
Bom, se a silly season ainda não começou o seu arranque deve estar por aí a estourar!!!

De Fernando Lopes a 05.04.2014 às 19:37

O que me surpreendeu foi o cliché feito estudo. A dona de casa e o canalizador, o vendedor com uma mulher em cada praça, o rosquedo entre a classe médica, enfermeira e afins. Se se perguntasse ao homem da rua, o resultado final não andaria longe disto.

De aurora a 05.04.2014 às 22:09

Que putedo!

De Fernando Lopes a 05.04.2014 às 22:38

A minha avó usava a expressão "putedo franciscano", sobre as senhoras e senhores aparentemente sérios com vidas indizíveis.

De Anónimo a 06.04.2014 às 21:26

De Fernando Lopes a 06.04.2014 às 21:59

Somos todos traidores e traídos em potência. É a natureza humana.

De Anónimo a 07.04.2014 às 20:50

De golimix a 07.04.2014 às 19:38

Estudos de doidos.

De Fernando Lopes a 07.04.2014 às 22:00

E resultados previsíveis.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback