Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

São despesas de representação, senhor!

por Fernando Lopes, 26 Set 14

Um casal gay, Pedro e Paulo, tinha um modo de vida frugal. Pedro, o africano, um rapaz bem-intencionado, sonhava com a cooperação entre os povos e leva desinteressadamente ajuda aos pobrezinhos. Mas Paulo era muito forreta, e não deixava que se gastasse dinheiro da CE a ajudar necessitados, em aeródromos inexistentes, que formavam pessoal sem função ou préstimo, já que lá nenhum aparelho poisava e coisas assim. Paulo gostava era de submarinos, escafandros e coisas que andassem debaixo de água.

 

À revelia do companheiro, Pedro envolvia nas saias cachupa e outras comidas para dar aos famélicos. Paulo surpreendeu-o um dia, quando este estava a dar benesses desnecessárias a pobres que eram claramente «pobres acima das suas possibilidades».

 

- Que trazeis nas saias, senhor Pedro?

 

- São despesas de representação, senhor.

 

Paulo era muito desconfiado e disse: - mostra lá!

 

Pedro levantou as saias e Paulo ficou muito admirado com aquilo que viu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

17 comentários

De Alice Alfazema a 26.09.2014 às 20:24

ImageImagePodemos esperar um próximo capitulo?

De Fernando Lopes a 26.09.2014 às 23:30

Como em todas as más telenovelas, há sempre um episódio seguinte...

De Ana A. a 27.09.2014 às 12:05

Classificação: ******

Nota: Só acho pouco
verosímil

"verosímil", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/veros%C3%ADmil (http://www.priberam.pt/dlpo/veros%C3%ADmil) [consultado em 27-09-2014].
verosímil

"verosímil", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/veros%C3%ADmil (http://www.priberam.pt/dlpo/veros%C3%ADmil) [consultado em 27-09-2014].
verosímil que o tal Pedro tenha levantado as saias...

De Ana A. a 27.09.2014 às 12:23


Tive um percalço com o meu comentário anterior:

Classificação: ******
Nota: Só acho pouco verosímil que o tal Pedro tenha levantado as saias...

(Ficou evidenciado que eu tive problemas com a palavra "verosímil" e fui em busca de ajuda, e com a preguiça o copy-paste deu no que deu... Ou seja, esta plataforma não respeita a reserva da vida privada. :(

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 12:34

Obrigado, Ana, embora também duvide que Paulo (o grão-mestre da fotocópia) se admire com aquilo que viu. <i>Been there, done that.</i>. ;)


P.S. - Eu uso o verificar ortografia aqui dos comentários e funciona direitinho. 

De bloga-mos a 27.09.2014 às 12:07

Bravo, caro Fernando. Vou recomendar isto à malta das produções fictícias (cobro barato pela cunha, não te preocupes...). 

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 12:37

Meu caro, o rendimento recebido será declarado às finanças e gasto em álcool. Vens para o Porto, pago-te o alojamento e uma bebedeira até ao esquecimento. Ah, e prometo pedir facturas de tudo! :))

De bloga-mos a 27.09.2014 às 12:55

Pode ser na Badalhoca isso da actividade etílica com umas sandochas de permeio?

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 13:03

Temos acordo. A confiança que depositava em ti, sofreu notável incremento. Em vez de sugerires restaurantes gourmet e vinhaça de 100 aéreos a garrafa, preferes espadal e sandes de presunto. Em suma, és cá dos meus.

De bloga-mos a 27.09.2014 às 13:05

No fundo sou um sortudo com as minhas amizades interméticas. À nossa...

De Gaffe a 27.09.2014 às 17:24

Porquê um "casal gay"?

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 19:39

Só porque me apeteceu mimetizar o milagre das rosas com estas personagens. E sim, são um casal de conveniência, como todos os casais políticos.

De Gaffe a 27.09.2014 às 17:26

É que eu não acho que eles sejam um casal!

De redonda a 27.09.2014 às 20:10

Deve ter visto rosas :)

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 20:15

Como dizem por aqui, e já deves ter ouvido a expressão, «cheira a pito mal lavado».

De aurora a 27.09.2014 às 22:21


Image

O Paulo ficou admirado com aquilo que não viu. Afinal o Pedro não tinha tomates!Image

De Fernando Lopes a 27.09.2014 às 22:31

Brilhante, Aurora. Falta de tomates é uma doença que grassa por este nosso mal tratado jardim.


P.S. - É bom tê-la de volta.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...