Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quando a astrologia acerta.  

por Fernando Lopes, 1 Jun 16

Sou um céptico em relação a tudo o que é esotérico. Dito isto, não sei porque artes malévolas, fui parar a uma qualquer página que me descreve e a minha mulher ideal como se me conhecesse. Deverei dar crédito às bruxas ou foi um tiro de sorte?

 

Peixes

20 de fevereiro a 20 de março

Os homens de Peixes são dependentes, afetuosos e muito, muito sensíveis. Uma mulher extremamente fria ou racional demais, como podemos encontrar entre os signos de fogo ou de ar, só o faria sofrer, pois precisa de cuidados, afeto e aconchego. As mulheres que mais os atraem são sempre aquelas que mostram força, mas feminilidade e afeto. Mulheres que possuem o dom de organizar sua vida e de ajudá-los a enfrentar questões emocionais mais densas. O mais importante é a força e o afeto, assim como o amor pelo trabalho. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21 comentários

De Linda Blue a 01.06.2016 às 20:27

Tudo verdadíssima, especialmente porque, no momento em que acabámos de ler, já esquecemos tudo o que lemos.
E há ainda o fenómeno de irmos ler os outros signos, e... também eles... "olha que bem que isto também se encaixa na minha personalidade"... :)

De Fernando Lopes a 01.06.2016 às 20:59

Presumo que de modo subtil me estejas a chamar asno... :)

De Linda Blue a 01.06.2016 às 21:04

É que nunca tal faria :)
Quero apenas passar-te a mensagem de que a cena dos astros tem ar de ser tudo um embustinho. Mas olha, eu leio o meu, portanto... :)

De Fernando Lopes a 01.06.2016 às 21:13

É divertido porque se pudesse escolher palavras para me definir, entre elas estariam certamente afectuoso, dependente e inseguro, que aqui aparecem de modo claro. De um modo estranho sou muito seguro em relação às minhas inseguranças. :) 

De alexandra g. a 01.06.2016 às 22:47

Alô, alô,
daqui, uma peixa :))


Tretas, só tretas, a astrologia. De resto, se uma pessoa afirma que é/está segura quanto às suas inseguranças, isso só a fortalece quanto aos desígnios ditos 'astrais'...

De Fernando Lopes a 01.06.2016 às 23:18

O que não me impede de achar graça a determinadas coincidências. De peixe para peixa. 

De alexandra g. a 01.06.2016 às 23:20

És um fish :D

De Fernando Lopes a 01.06.2016 às 23:24

Semos. Parafraseando os super parvalhões do meu FCP «O orgulho dos peixes, semo nós, semo nós» 
Image


De Anónimo a 02.06.2016 às 10:23

Eu sou um leão de garras roídas até ao sabugo e quero ardentemente que a maya se coza em lume-brando.
Filipe inofensivo.

De Fernando Lopes a 02.06.2016 às 18:58

Mesmo ferido, um leão é sempre um animal perigoso.

De alexandra g. a 02.06.2016 às 19:35

ah, mas se era para escolher o bicho fora da panóplia existente, então eu sou uma borboleta :)

De Fernando Lopes a 02.06.2016 às 19:37

E eu um urso! :)) Inacreditável, bem sei,mas já mo chamaram várias vezes.  

De alexandra g. a 02.06.2016 às 19:51

Hum.
Eu acho, isso sim, que tu cultivas esse teu 'ursismo' :) 
Qualquer um de nós cultiva algo em si, por uma razão ou outra, ou mesmo por um alforge de razões.
Justificando(-me): uma borboleta vive pouco mas a leveza, oh, a leveza! :)

De Fernando Lopes a 02.06.2016 às 20:01

Fui educado numa família de classe média, bastante formal. O «ursismo» era um sinal de rebelião e diferença que ficou até hoje. Quanto mais formal o ambiente mais gosto de abarracar. Isso e o fascínio pelo vernáculo, desde que aprendi nunca mais deixei de praticar. 

De alexandra g. a 02.06.2016 às 20:04

então, serei uma borboleta-ursa, pois que me identifico em boa parte do cenário que desenhaste :)

De Pseudo a 02.06.2016 às 21:04

Eu sou leoa de signo, e não me identifico nadinha com a maior parte das características que me atribuem. Em comum, acho que só tenho mesmo a juba. Image

De Fernando Lopes a 02.06.2016 às 21:48

Bem bom, que haverá poucas coisas mais «tristes» que uma mulher careca. E escusas de estar a pôr o Braga todo contente, que sei bem que perdemos. 
Image

De Pseudo a 02.06.2016 às 22:01






Ai aquilo refere-se ao Braguinha?? E eu a pensar que eram as cores do meu clube do coração. Image


Vou confessar-te uma coisa (lá estás tu a pensar "Mais uma que me quer como ouvinte"): amiúde penso que vou morrer careca por causa da doença que tem assolado o lado feminino da minha família, doença à qual não escaparei - estou segura disto sem que para já o meu corpo mostre indícios de tal. Os astros, de vez em quando, lá me dizem para eu ter mais cuidado com a saúde, mas não lhes dou atenção nenhuma!


De Fernando Lopes a 02.06.2016 às 22:08

A genética é determinante nalguns factores, mas não existe nenhuma obrigatoriedade que venhas a padecer do trágico mal familiar. Mais que viver muito, importa sobretudo que sejamos capaz de dar aos outros o melhor de nós enquanto por cá andamos. Isso sim, é viver. Tento-o todos os dias.

De pimentaeouro a 03.06.2016 às 20:23

Os signos dão para tudo e mais alguma coisa, prosa redeonda, pode ser peixe, pode ser carne.

De Fernando Lopes a 03.06.2016 às 23:12

João, embora concorde consigo, penso que podemos sempre encará-los como pretexto para uma auto-reflexão. 

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...