Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poliamor.

por Fernando Lopes, 7 Abr 14

 

Deparei com este vídeo no Expresso, parte de uma reportagem da SIC. Confesso que conhecia o conceito de poligamia e poliandria. A primeira filha da abundância, a segunda enteada da pobreza. De poliamor tinha ouvido en passant, como diz o jovem uma ideia desenvolvida pelo famoso Robert A. Heinlein em «Um Estranho numa Terra Estranha». 

 

É-me indiferente quem vive e dorme com quem desde que seja de forma consensual como neste caso. No entanto a reportagem nutre-se do poliamoroso macho, o que a torna quase desinteressante. A figura notável é o homem, quando aqui o papel principal devia pertencer às mulheres. Não surpreende um marmanjo aos beijos com duas raparigas, seria certamente mais enriquecedor observar as reacções ao inverso.

 

No fundo elas arriscam muito mais, a sociedade será certamente muito mais tolerante com um poliamoroso do sexo masculino; gostava da inversão, uma mulher com quatro homens. Repare-se na sessão fotográfica (ao minuto 8:20) com o moço em primeiro plano e as raparigas bem lá atrás, uma espécie de James Bond de óculos com madeixas californianas. Há preconceitos que o jornalista não venceu, o tema é um nado-morto porque abordado ainda e sempre por uma perspectiva machista. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De O Abominável Careca a 09.04.2014 às 22:01

Boas Noites,

Embora cá passe diariamente, estranhei não ver nenhum "feed-back" acerca deste "não assunto", se calhar muitos dos que por cá passam não viram a ridícula reportagem em questão.
Fomos confrontado com um ser que preconiza a poligamia ficando no entanto sem saber qual a opinião do visado se a situação fosse a inversa à relatada.
Eu não sou "grande bisca" como já deves ter constatado há anos (50 aproximadamente!) mas o cromo em causa deve dar um certo élan aos seres femininos tais eram os impulsos sentidos pelas mesmas sem se coibirem de demonstrar esse mesmo afecto nem que fosse em pleno transporte público. E pelos visto a leitura de Heilein abriu-lhe novos e excitantes horizontes.
Em conclusão, se vivermos com uma mulher já não é pêra doce tenta agora imaginar o dia a dia com três, deve ser de gritos...

Um abraço!

De Fernando Lopes a 09.04.2014 às 22:14

É assim: apesar do ar andrógino do rapaz, é homem; ter quatro mulheres é-lhe tolerado. Uma mulher que tivesse quatro homens era puta. End of story.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...