Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Peso de bailarina.

por Fernando Lopes, 29 Set 16

Ontem fui ao ginásio ao pé de casa fazer a avaliação física e para me prepararem um plano de treino. Quem me recebeu foi um jovem brasileiro, alto e seco. Meteu-me numa salinha, conversámos um pouco, mandou-me colocar em cima de uma maquineta e segurar com os polegares numa pega. A máquina lá fez as suas contas. Peso 74 – mais um que de manhã, aceito – IMC de 25, no limite máximo do aceitável. Até aqui nada de surpreendente. O que assusta é que o diabólico aparelho diz que tenho de perder 13 quilos de gordura e ganhar 700 gramas de músculo. Mais coisa, menos coisa, o objectivo é atingir 61, 62 quilos, peso que considero de bailarina.  Obviamente que me ri a bom rir e afiancei que se em 6 meses chegasse lá perto lhe compraria um presente.

 

Como que para me castigar, desafiou-me logo a treinar. Lá fui eu. Fiquei entregue a uma jovem chamada Miriam, uma simpatia com imensa paciência. Explicou o funcionamento de algumas máquinas, e fiz logo 10 minutos de marcha, 10 de bicicleta e 10 de elíptica. Suei como um porco, mas vim sem dores nos músculos. Amanhã regresso para que a treinadora me explique o funcionamento de outras máquinas e oriente um plano inicial. Juro por escrito que se nos próximos seis meses emagrecer 10 quilos e os transformar em músculo, acredito em milagres.

Autoria e outros dados (tags, etc)

13 comentários

De Genny a 29.09.2016 às 20:32

Isto vai soar muito mal... mas estou cheia de inveja por essa força de vontade para emagrecer Image

De Fernando Lopes a 29.09.2016 às 20:55

O primeiro passo foi cortar ao máximo os hidratos de carbono. Não à batata e ao arroz a não ser em dias de festa. Depois encalhei, emagreci 9 ou 10 quilos e não saía dali. Agora, já com um peso aceitável, é passar à fase do exercício físico. Acho que é uma questão de te mentalizares e teres alguma disciplina. 

De Genny a 29.09.2016 às 21:04

Eu sofro do "síndrome de fome emocional" ou falando em português, desculpas de merda para a minha fraqueza perante o comer. O meu problema é quando chego a casa - marcha tudo!! E garanto-te que como por vício e não por fome. Sou mesmo fraca!

De Fernando Lopes a 29.09.2016 às 21:09

Se quando chegas a casa marcha tudo, o teu marido deve ser um homem feliz, sorriso de orelha a orelha.
Image

De Genny a 29.09.2016 às 21:41

ImageImageImage

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...