Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O fracasso da química.

por Fernando Lopes, 21 Jun 15

Os milagres da química já não surtem efeito. Há anos que tomo logo pela manhã Cipralex, uma qualquer droga que me devia afastar do estado depressivo. Antes de deitar, entre uma catrefada de pastilhas, engulo um Victan, outra treta que é suposto moderar a ansiedade. Nenhuma das drogas resulta. Analisando friamente a coisa, é provável que tenham adormecido uma tendência suicida, um estado catatónico de depressão profunda de que ocasionalmente padeço. Chego à triste conclusão que surtem apenas efeito no meu comportamento relativamente aos outros. Alguns chegam a achar-me um tipo normal, até bem-disposto. Na verdade sou dois eus, o que desejaria derreter no esquecimento, e o que estupidamente se agarra à vida, aos amigos, família, prole. Acabei de acordar de um sono longo de treze horas e o que mais desejava era retomá-lo para a eternidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

22 comentários

De Ana A. a 21.06.2015 às 16:23

Não gosto nada desta conversa...
Pense noutros trilhos como o yoga, mindfulness... não sei se já pensou ou tentou isso, mas se não, imponha a si mesmo essa meta e depois logo vê! Pode ter uma agradável surpresa.
Abraço

De Fernando Lopes a 21.06.2015 às 19:47

Tenho momentos em morro um bocado por dentro, este é um deles. Depois passa. 


Abraço.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...