Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No ginásio.

por Fernando Lopes, 11 Out 16

O mundo dos ginásios é completamente novo para mim, mas ao fim de meia-dúzia de sessões, já deu para apreciar vários tipos de fauna:

 

  • Os candidatos ao Big Brother. Estão lá todos os dias uns rapazes de 20 e poucos anos que certamente ambicionam fazer parte da próxima série do programa. Musculados, cheios de tatuagens, levantam pesos enormes, bufam como se não houvesse amanhã e confrontam-se com o espelho. Se deus quiser hão-de inchar até rebentar.

 

  • O atleta. Corre 10 kms, levanta pesos, transpira e limpa a careca com ar de quem fez aquilo a vida toda. Estes exemplares face à escassez de pilosidade capilar, sublimam a falta de cabelo com uma enorme barba. Nunca sei se os estou a ver de cima para baixo ou de baixo para cima.

 

  • A diva dos glúteos. O seu único objectivo é ter um cu duro. Não a dança, mas o rabo mesmo. Perna curta, rechonchuda, deve ter o rabo mais musculado de que há memória. Uma bufa que por ali saia transformar-se-á num assobio.

 

  • O gajo do telemóvel. Enquanto se exercita vai dando likes e mandando SMS. O exercício é secundário, acho que só frequenta o sítio pelo wifi grátis.

 

  • A brasilerada. Adepitos da malhação, istão sempri dando cunselho a umas minina que os acumpanha. Têm a puta da mania qui são bunito, mas a maior parte deles se parece co’a minha bunda. Têm uns bigodi muito brega, com um pelinho solto aqui e ali, como quando eu era adolescenti.

 

  • O curioso. Está sempre a olhar para ver se o vizinho levanta mais peso, corre mais rápido, faz mais abdominais. A vida é algo entre o voyeurismo e a competição.

 

E tu, Fernando? Eu vou lá, faço o mapa de exercícios que planearam, transpiro um bocado, não falo com ninguém, e venho à minha vidinha. Encontrar alguém com uma conversa inteligente deve ser como achar agulha num palheiro. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

38 comentários

De redonda a 11.10.2016 às 00:12

E o meu tipo ? Sim da única vez que me inscrevi porque uma das minhas irmãs se inscreveu e assim íamos as duas, onde é que está o meu tipo, como é que eu era?

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 01:00

Não está lá. É o tipo de pessoa que, como aquilo cansa, desiste.
Image

De Alice Alfazema a 11.10.2016 às 07:23

Boa crónica.Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 07:44

Obrigado, Alice. Tu é mais dar ralhetes aos putos, né? :)

De Alice Alfazema a 11.10.2016 às 08:03

Também faço caminhada. ;)

De Genny a 11.10.2016 às 10:17

Bom dia, Fernando!
Muito perspicaz este texto Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 11:53

Com tempo certamente irei apanhar mais tiques. Pode ser um defeito, mas não consigo deixar de observar o que me rodeia.

De Anónimo a 11.10.2016 às 11:12

Eu frequentei um coiso desses em tempos pela complexa razão de ter de alimentar o meu fetiche com umbigos femininos fora da época balnear e cheguei a reinventar o "Tootsie" para penetrar noutro tipo de área balnear. Era um fartote e nunca fui descoberto alegando hidrofobia aguda.
Filipe in disguise 

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 12:22

Devias dar uma matrafona de primeira água.

De Carlos Azevedo a 11.10.2016 às 15:58

Tens que vir para o meu! Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 19:35

É longe.  :)

De Pequeno caso sério a 11.10.2016 às 19:36

Image
O que eu me ri com isto !
Apesar de também não frequentar  (ainda) nenhum ginásio identifico todos esses tipos de fauna.
Estou a aguardar uns exames médicos que me assegurem que está tudo bem e vou frequentar um  mas com a orientação de um PT pois sou muito indisciplinada. Acho que se for para lá sozinha vou encabeçar  um  tipo de fauna de que não falaste : o "galhofeirus distraídus ".
Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 19:42

Mas a menina precisa de um PT para a pôr na ordem? Cadê essa auto-disciplina? 

De Pequeno caso sério a 11.10.2016 às 19:47

Auto quê?!
Image

Sou muito galhofeira e como tal era bem capaz de levar o tempo na risota sem fazer nenhum. 
Vamos ver se assim resulta. 
Só espero não me transformar na diva dos glúteos! 
Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 19:54

Isso não acredito. É de gente com escassez de massa cinzenta. :)

De Pequeno caso sério a 11.10.2016 às 22:21

;)
(obrigada pelo elogio)

De alexandra g. a 11.10.2016 às 20:01

Ginásios:


- argh! Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 21:01

Verdade. Mas fazes a tua cena numa hora e não pensas mais nisso. 

De alexandra g. a 11.10.2016 às 21:04

U-M-A-H-O-R-A-U-M-A?


aImageaImageaaaImageaaaarImagerrImagerrrgImagegggImageggg!!!!!!Image!!!! Image

De Lucília a 11.10.2016 às 21:09

Eu percebi??? O Fernando pertence ao grupo do  curioso- certo???!

De alexandra g. a 11.10.2016 às 21:25

Lucília A.,


não sei se a pergunta me era dirigida, mas isso não é importante, respondo na mesma :)
O importante é perceber que o ginásio não substitui NADA que não se possa fazer ao ar livre, ou mesmo em casa. O ginásio tornou-se, de facto, um palco e uma plateia, em simultâneo. Encontramos isto polla bloga adentro a toda a hora.
Também a mim bastam as espreguiçadelas + caminhadas de 15km, seguidas de sopa de feijão com couves, um tinto único, um prato de peixe, uma pequena conversa, café e cigarro e silêncio.

De Lucília a 11.10.2016 às 21:47

Isso, cigarro e silêncio -mas há lá no mundo coisa melhor

De Lucília a 11.10.2016 às 21:48

Era para o Fernando eu aqui é escrever onde calha.Mas temos em.comum essa actividade

De alexandra g. a 11.10.2016 às 21:49

Há: sexo, seguido de cigarro e silêncio (ma non troppo :)

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 22:03

Sexo, seguido de cigarro e nem sempre silêncio.
Image

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 22:01

Concordo que o ginásio não substitui nada, é simplesmente mais prático. Hoje demorei uma hora a fazer três quilómetros para ir buscar a minha filha. Se me apetecesse, exorcizava os meus demónios suando, e voltava para casa. Podia carregar sacos de batatas ou rachar lenha, simplesmente não estão aqui ao pé da porta. 
Image

De alexandra g. a 11.10.2016 às 22:08

No dia em que eu considerar 'prático' um ginásio, contem comigo para as mensalidades e as máquinas e a transpiração nauseabunda pelos arredores & todollos assins :)


E eu é que Image primeiro! E assim sucessivamente :)

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 22:17

This is a video response to alexandra:


https://youtu.be/26B0jxEBqZg

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 22:19

Fizeste-me lembrar o João César Monteiro, com essa do sucessivamente.

De alexandra g. a 11.10.2016 às 22:26

E a quem não lembrou, pergunto eu? :)


__________
(tão lindo, um dia li uma entrevista que lhe fizeram em Paris, e as respostas - consigo ainda, e não recordo se existiam fotos, vê-lo sentado, de perna traçada, fumando, uma esferográfica quase gasta entre os dedos - continham tamanhas águas literalmente furtadas que, provavelmente pela primeira vez, lhe senti a - dele - riqueza :)

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 21:57

Não. Ao grupo dos que observam em silêncio, discretamente.

De Lucília a 11.10.2016 às 21:19

Vá fazer natação -ótimo para as costinhas. Entra na águinha-ok! apanha com um bocado de líxivia (na se preocupe na mata) e zamba zamba zamba um horita a dar.lhe para trás e prá frente.vantagens para além do bem que faz ás ilhárgas -na águinha na ouve ninguém é como estar nas catacumbas -salvo seja

De Fernando Lopes a 11.10.2016 às 22:04

Não gosto muito de nadar em piscinas, prefiro umas braçadas no mar.

De alexandra g. a 11.10.2016 às 22:52

petit aviso à navegação: o cloro causa infecções, principalmente às senhoras (não é só aquela estória de sentar à beira da piscina, é mesmo o cloro). Falo por quem sofreu as passas do Allgarve , que não visito há mais de uma década. E não tenho saudades, diga-se. Beware.

De Lucília a 11.10.2016 às 23:53

Alex, nadei na lixivia uma boa dezena de anos e nada de bicheza.
Nasci e cresci no campo aquilo filmado era chorar e rir talvez daì a minha imunidade.
Ah, sim, Fernando, nadar no mar, nadar no mar é outra coisa- outra coisa -é do caraças

De alexandra g. a 11.10.2016 às 23:58

"gooda boy, gooda boy"


(como dizia o meu sobrinho, pucanito: respect: por ti, por ele :)

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

  • Henedina

    Bom ano Fernando. Beijinho

  • Alice Alfazema

    Olá Fernando!Passei para te desejar um Feliz Natal...