Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já tenho presentes preferidos para 2015.

por Fernando Lopes, 16 Out 14

Sabem os meus queridos leitores que sou um fumador furioso e apreciador incondicional de cerveja. Uma vez que estes bens – uma vez mais – estão sobre a mira do OE de 2015 podem os amigos que me lêem optar por me presentear no Natal com uma mini e um maço de Pall Mall. Os mãos largas que comprem um volume, ou meio, e um pack de 12 cervejas. Esqueçam as roupinhas do Cortefiel, o «Le Male» do Gaultier ou os livros de Pynchon. Uma bejeca e uns paivantes transformaram-se na nata dos presentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

12 comentários

De Ana A. a 16.10.2014 às 20:35

Não estará a baixar demais a fasquia?!
(E o seguro de saúde? Está em dia?)
:-)

De Fernando Lopes a 16.10.2014 às 22:28

Já que a minha mulher não lê o blogue vou-lhe confessar uma coisa: Sou maníaco dos seguros, tenho contra tudo e mais alguma coisa. Na verdade, valho muito mais morto que vivo.

De redonda a 17.10.2014 às 00:49

:)

De Fernando Lopes a 17.10.2014 às 18:53

Redonda, sei que a menina anda na demanda do Santo Graal dos restaurantes, uma procura que este seu criado não desdenharia. Veja lá se não lhe inventam um «imposto especial gastronómico». Entretanto, à nossa! 
ImageImage

De redonda a 17.10.2014 às 19:41

:) Que horror, espero que não!! Entretanto vou guardar o dinheiro que não gasto em cigarros e cervejas para comprar chocolate :)

De Carlos Azevedo a 17.10.2014 às 21:16

E eu, se estivesse aí, o que não gasto em cigarros para comprar cervejas e chocolates! ;-)
Abraço para o Fernando e beijinho para a Gábi.

De Fernando Lopes a 17.10.2014 às 23:17

Queres que te mande uma encomenda pela Ryanair? 

De Carlos Azevedo a 19.10.2014 às 09:39

Eras menino para isso, bem sei! :-)

De bloga-mos a 17.10.2014 às 11:36

Tenho um amigo a trabalhar na unicer e um bando deles que está sempre atento ao que cai de camiões no parque dos mesmos em Vilar Formoso.

De Fernando Lopes a 17.10.2014 às 12:45

Amigos desses há que tratá-los com enorme carinho.

De Luís B. Coelho a 17.10.2014 às 17:32

Eu fumador me confesso. 
O problema é que virou moda esse fascismo verde que nos esmaga e é olhado como politicamente correcto. Os londrinos até já falam em parques livres de fumo (moda que tarde ou cedo cá chegará, porque tudo imitamos), ao mesmo tempo que apostam nos Range Rovers e nos Jaguars.
Vão bardam... ou já não temos direitos? Só obrigações?
Quanto ao resto, prefiro tinto, mas tb vai aumentar.

De Fernando Lopes a 17.10.2014 às 18:56

Caro Luís, esse «higienismo» fascista importado dos Estados Unidos, não vai terminar nunca. Esta europa, outrora um espaço de liberdade e tolerância, parece cada vez mais uma versão rasca do Tea Party.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...