Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Galinha velha ainda faz boa canja.

por Fernando Lopes, 23 Nov 14

A vida de uma mulher pode ser recordada por pequeno actos simbólicos de quebra do statu quo, como casar com um homem mais novo. Ocorre-se-me isto a propósito da morte da Duquesa de Alba, duas vezes viúva e lembrada por ter quebrado convenções ao casar com um homem vinte e tal anos mais jovem.

 

Existe uma razão orgânica para os homens se sentirem «confortáveis» junto de mulheres jovens; somos capazes de reprodução por um período mais longo que as mulheres. Se isto fazia sentido em sociedades patriarcais ou quando ter muitos filhos era o que mais se aproximava de um PPR, nos dias de hoje o preconceito subsiste porque a maioria das mulheres não são capazes de desligar a sua afectividade e sexualidade do que a sociedade convencionou como aceitável.

 

A desculpa feminina muito comum que «não estão para aturar crianças» é completamente falsa. Nós homens, somos e permanecemos crianças, independentemente da idade constante no cartão de cidadão. Uma mulher apenas pode optar por gradações do nível de infantilidade do companheiro, não se pode alhear que a mesma estará sempre presente.

 

Não tenho preconceitos em relação a mulheres mais velhas, se me apaixonasse por uma, seguiria em frente. Apaixonamo-nos por pessoas, não por idades. Cumpre pois às mulheres libertarem-se de estigmas patetas e viverem livremente, ignorando o socialmente correcto.

 

Como diz o ditado, «galinha velha ainda faz boa canja». Provem-no.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20 comentários

De amaria a 24.11.2014 às 11:09

Gostei da abordagem..assim descontraída de resumir aquela celebre frase " O Amor nao escolhe idades" ,,ou nao fosse eu uma lírica q.b :)


 

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 11:18

Se optarmos por seguir o que os outros pensam, em vez de "alinhar" pela nossa cabeça e coração, estamos mal, não acha?

De amaria a 24.11.2014 às 11:56

<br />As vezes , na pratica, as vidas nao sao assim tão lineares..nao sao como queremos mas como podem ser ,,e isso engloba uma imensidao de justificaçoes que por vezes fazem mais força que a nosso coração quer,,resumindo,,e tudo muito relativo se me entende..! E nada simples as vezes também..!

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 12:45

Não existem dificuldades que o amor não possa superar, disse o filósofo Fernando Lopes.;)

De amaria a 24.11.2014 às 12:57

:) ah...se falamos de poesia a coisa muda de figura ..e curvo-me já perante o filosofo Fernando Lopes :) :)

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 19:08

A vida, tal como a poesia, somos nós que a fazemos. ;)

De Inês a 24.11.2014 às 12:17

"Apaixonamo-nos por pessoas, não por idades." Enquanto esta verdade tão simples não entrar nas cabecinhas das pessoas, vai haver sempre críticas.

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 19:04

Como em muitos aspectos da sociedade, lenta mas seguramente, as mentalidades irão mudar.

De bloga-mos a 24.11.2014 às 12:25

Vivi 13 anos com uma mulher 13 anos mais velha, haverá aqui alguma sintomatologia numérica? 

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 19:06

Apenas a sintomatologia que não és um tipo que ligue muito às convenções. Pelo que te conheço, isso ninguém te tira. 

De MV a 24.11.2014 às 15:06

Esse provem-no é absolutamente extraordinário.... e deixa-o num pedestal na sua condição de homem mais novo... de um ser superior às mulheres mais velhas :)
Poderia então descer desse pedestal e realmente aceitar que poderia dar uma oportunidade a uma desgraçadinha de uma mulher mais velha...
Namorando com um homem mais novo 4 anos numa idade em que 4 anos fazem diferença... ele é que tem que provar que tem nível para estar comigo...


Prove-me que seria mesmo capaz de namorar com uma mulher mais velha... sendo que a sua ideia de mulher mais velha deve ser a imagem da duquesa de alba.... sendo que a sua ideia de mulher mais velha passa simplesmente pelo aspecto fisico... mas olhe que há mulheres mais velhas muito bem conservadinhas....e então intelectualmente... é melhor nem ir por aí...

De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 15:19

A sua hermenêutica, embora pertinente, está errada. O "provem-no" significa apenas "provem que são capazes de amar livremente e sem condicionamentos sociais". Apenas isso.

De Mg a 24.11.2014 às 18:46

«galinha velha ainda faz boa canja»

Se faz. Se faz...!


De Fernando Lopes a 24.11.2014 às 19:12

Em italiano soa ainda melhor «gallina vecchia fa buon brodo». ;)

De .. a 26.11.2014 às 01:38

Pois! Eu sou suspeita. A cara metade tem menos oito anos e meio. Sendo que o meio... Se me senti alguma vez "incomodada?!" Claro que sim e insegura. Muito mais quando éramos mais novos o que é engraçado no fundo. Com o tempo fui adquirindo outra postura que todas as mulheres tem na realidade como o Fernando diz, muito mais maturidade e deixei-me de coisas! O "puto" estava comigo enquanto ele quisesse  fosse ele mais novo, da mesma idade ou de provecta (não de proveta). Passaram-se 25 anos... Eh, pá! Para aligeirar o discurso... Temos passado por muito. Este ano então tem sido um espectáculo. Até Agosto pensei que... De repente gira o mundo de pernas ao avesso e em quinze dias, três semanas dei por mim a perguntar-me se a vida não é uma filha de uma senhora "disponível" e não experimenta as pessoas. Ambos! Não só eu. E se tento tido oportunidades como todos têm de... Nunca o fiz! Tenho a certeza que nunca o farei e mesmo que a coisa tivesse dado para o torto e nos separássemos não sou mulher de morreu o rei, viva o rei embora não critique. Tudo para dizer que estamos e vamos estando. Até ao fim? Quem sabe! Mas estamos. Deve querer dizer alguma coisa. É o bastante. Seja como for ele hoje ao pé de mim (e isto é muito velhaco da minha parte dizer, mas satisfaz-me) não está melhor "conservado" está um homem que ainda me agrada e me deixa mais segura e de certo modo realizada quando olho para ele se bem que há tantos momentos na vida que pensamos e se... Se nada! Talvez tenha sido sempre ao lado um do outro o nosso lugar. Não concordo sobre tudo com essa coisa de ele tem de me merecer. Ou mostrar que está a par de mim. Então e se uma pessoa mais nova (que também acontece) seja ainda mais madura e consciente que a outra mais "idosa" É tudo muito relativo e tem de se condescender. Não só nas diferenças de idade mas nas relações a dois até alcançar o ponto de equilibrio para ambos. É o que eu acho. Eu vou dando notícias do desenvolvimento dos próximos capítulos sim?Image Eu atrevi-me! Por vezes apavorada, mas enfrentei. Continuo aqui. Ele também. Um abraço enorme Fernando e tudo de muito bom para si e todos que ama! Boa semana e desculpe a confissão desta alminha lerda que não aprendea escrever pouco e não não se expor em demasia. Enfim é o que se pode arranjarImage

De Fernando Lopes a 26.11.2014 às 19:13

Ninguém deve ter pavor de estar com a pessoa que ama. Contratempos existirão certamente, mas não existirão também nas relações mais «convencionais»? 

De .. a 26.11.2014 às 01:43

O meu português está muito enviesado desculpe, Fernando. Algum erro. Falta de sentido, mas li acho que dá para entender. Não queria exagerar no discurso mas acabo sempre  no mesmo! tudo de bom e boa noite e semana!

De golimix a 26.11.2014 às 17:24

E a partir de que idade é que se é considerada "galinha velha"?

De Fernando Lopes a 26.11.2014 às 19:15

A idade da cabeça, não a do cartão de cidadão é que define a galinha velha.

De golimix a 01.12.2014 às 09:49

Ahhhhh!
Fico mais sossegada Image

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...