Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Faladora(s) incontrolável(eis).

por Fernando Lopes, 13 Abr 15

cell_phone.jpg

 

A relação entre a maioria das mulheres e o telemóvel roça o obsessivo. Vejo imensas a falar, falar, falar, até esgotarem os pacotes de milhares de minutos agora em voga. É um modo que me perturba mas que me habituei a aceitar. Tinha dificuldades em entender como é que se esgotam 7.000 minutos, 4,8 dias num mês a falar ininterruptamente. Um observador atento contou-me a seguinte «estória»:

 

Tia desloca-se do Porto para o Algarve em trabalho. Como a sobrinha está de férias da faculdade, tia liga «para não se sentir sozinha». Desliga já depois de Santarém, com um breve pausa para reabastecer corpo e viatura. Após não mais de 30 minutos, liga de novo e fala até chegar ao destino. A andar depressa são quase 4 horas, à velocidade máxima permitida mais de 5.

 

Qual é a mulher que consegue fazer um Porto-Algarve quase sem se calar? Esta gente existe mesmo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

13 comentários

De Ana A. a 13.04.2015 às 20:12

A falar ao telefone não sei. Mas conheço mulheres que estando acompanhadas, não conseguem estar caladas um minuto, parece que sofrem do síndroma do "peso do silêncio", têm que fazer sempre conversa, nem que seja, da treta.

De Fernando Lopes a 13.04.2015 às 20:32

Compreendo que alguém se sinta sozinha(o) numa longa viagem de carro, a estrada às vezes é um local solitário. Mas 600 quilómetros a falar deve ser quase recorde mundial. 

De G. a 13.04.2015 às 20:13

Mas com quem falarão elas tanto tempo? Apenas com outras mulheres?...
(Olhe, eu aqui sinto-me homem; é o que é)

De Fernando Lopes a 13.04.2015 às 20:34

Nesta caso, mulheres, mas também há homens que são autênticas «matracas». Estranhos somo nós, que só dizemos o essencial.  ;)

De redonda a 13.04.2015 às 21:55

Há dias numa consulta também apanhei uma senhora que conseguiu estar a falar com uma amiga durante meia hora. Falava muito alto e fiquei a saber muito sobre a amiga, o filho da amiga, e o neto da amiga que preferia não ter ficado a saber :)
Fiquei aqui um bocadinho a puxar pelo memória para tentar recordar-me de senhores que também fossem capazes de estar assim a falar muito tempo ao telemóvel...mas (ainda, com certeza) não consegui...

De Fernando Lopes a 13.04.2015 às 22:28

Um dos clássicos que mais me diverte são as pessoas que vão levantando a voz conforme a distância a que está o interlocutor. Divirto-me a imaginar como seria um telefonema para a Nova Zelândia. :)

De redonda a 14.04.2015 às 22:51

Parece-me que seria um telefonema bem assustador :)

De Pseudo a 14.04.2015 às 00:26

Excluo-me totalmente desta situação, pertenço à minoria; mas conheço espécimes de ambos os sexos a quem isto assenta que nem luva de seda! Se calha viajar de comboio, o que acontece poucas vezes, dispenso bem conversas de telelé, tê-las ou ouvi-las.

De Fernando Lopes a 14.04.2015 às 08:10

Engraçado que fales em comboio, sou a única pessoa que conheço que detesta andar de comboio. Faz-me impressão aquilo ir sobre carris, não se poder desviar, dá-me uma certa miúfa...

De soumaiseu a 14.04.2015 às 20:10

Eu sou uma autêntica gralha... confesso que falo imenso, e falo mais do que devia, mas detesto falar ao telemóvel, telefone. Não tenho pachorra para grandes conversetas e cada vez estou mais "rabujenta", deve ser da idade... ehehehe! Admiro as pessoas que tem estaleca para aguentar tantas horas de conversa fiada! 

De Fernando Lopes a 14.04.2015 às 20:37

Como a maioria dos portugueses também sou um enorme conversador, mas numa esplanada, num jantar ou noutras situações sociais, ao telefone ou telemóvel, é só mesmo o essencial.

De golimix a 17.04.2015 às 14:36

Sou uma tipa faladora,  mas gosto também do meu silêncio.  Além disso, falar ao telefone não é a minha cena 😉


Mas conheço uma história parecida. Mãe e filha, e a viagem de Vila Real a Lisboa. E neste caso acredito que arranjassem tema para falar.  São minhas tia e prima, e umas matracas divertidas! E adoro-as assim!

De Fernando Lopes a 17.04.2015 às 19:10

Mãe e filha arranjam sempre tema para conversa, pelo menos é o que vejo cá em casa. 
Image

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...