Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Espalhar poesia.

por Fernando Lopes, 17 Dez 14

son tus labios mi frontera.jpgAcción Poética Tucumán

 

Na montra da papelaria do centro comercial, cartões brancos, um pouco maiores que cartões de visita. Imaculados, a gritarem «escreve-me». Comprei 50. Ainda não estava certo do destino que lhes estava reservado quando se fez luz. Vou enche-los de poesia e deixá-los onde o destino quiser: no restaurante, barbeiro, café, banco de jardim, caixa de correio ou soleira de porta. Não sei se é uma ideia original, nem sequer importa, já foi tudo inventado. Vivemos tempos cinzentos, vidas cinzentas, num mundo cinzento. Uma pequena frase, um poema, uma citação, basta que arranquem um sorriso, uma reflexão, e já terei dado o tempo como ganho. Quixotescamente, numa base ocasional, vou tentar espalhar poesia por aí. Já escrevi o primeiro. Reproduz a frase acima, da Acción Poética Tucumán, resplandecendo numa parede.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

20 comentários

De Alice Alfazema a 17.12.2014 às 21:12

Grande ideia, gostei tanto, tanto. 


Um abraço

De Fernando Lopes a 17.12.2014 às 21:38

Ainda vou roubar alguns poemas ao teu blogue. :)


Grande abraço, Alice.

De Alice Alfazema a 18.12.2014 às 08:26

Quero um postal desses no meu mail. :)
Rouba à vontade. ;)

De Fernando Lopes a 18.12.2014 às 14:45

Tiro uma foto e mando para o teu email, vale?

De Alice Alfazema a 18.12.2014 às 22:04

Vale!

De redonda a 18.12.2014 às 00:42

Gostei desta frase. Gostava de conseguir apanhar um desses cartões.

De Fernando Lopes a 18.12.2014 às 10:07

Vão andar por aí. Considera este como sendo enviado para ti. :)

De redonda a 19.12.2014 às 01:58

:) Vou considerar. Obrigada :)
um beijinho
Gábi

De bloga-mos a 18.12.2014 às 12:13

Aceitando tu sugestões ou não aqui fica uma: "Isto não é um mero cartão mas sim um apagador de tristezas sem prazo de validade".

De Fernando Lopes a 18.12.2014 às 12:25

Aprovado por unanimidade e aclamação.

De amaria a 18.12.2014 às 12:50

Eu por mim. ja esbocei um enorme sorriso..e certa que mais vais espalhar..

Destesto esta epoca..os crentes que me perdoem,,a hipocresia desce nestes dias..td mt amiguinho..beijinhos,,presentinhos...Ha quem conte os dias para chegar este dia,,eu conto.os pra passar..

Quero muito hoje e sempre saude e amor pra mim e meus..

Nao preciso de oferecer ou receber um par de meias pra me lembrar disso..

A tua ideia por exemplo era o melhor dos melhores presentes..se acaso alguem se lembrasse de me oferecer uma frase , ainda por cima poesia..num cartao..

Adorei..

Mas tu tambem deves ser duma especie em vias de extinçao ..digo eu,,assim so por intuiçao..

Beijinhos
Ana

De Fernando Lopes a 18.12.2014 às 14:48

Também não sou grande apreciador da quadra. É não, não sou de uma espécie em vias de extinção, sou apenas antigo. :)

De Inês a 18.12.2014 às 13:19

Que ideia tão boa. Posso fazer batota e perguntar onde é esse por aí? Assim, mais especificamente, mais detalhado. Só para ver se apanho um.
Ou então, fica o desafio de os reproduzir aqui à medida que os for espalhando. Também serve.

De Fernando Lopes a 18.12.2014 às 19:11

Inês, vou deixá-los pela Boavista, Cedofeita, baixa do Porto, o meu território. E sem o saber deu-me uma ideia: os cartões vão assinados com um email, se alguém quiser pode dar feedback. A ideia de os reproduzir, pode ser tipo mistério, uma foto do local onde os coloquei? 

De Patricia a 22.01.2015 às 17:41

Encontrei um apagador de tristezas sem prazo de validade, à sua maneira resultou ;) ...gostei muito! Obrigada ;)

De Fernando Lopes a 22.01.2015 às 19:16

Nunca pensei que um dos cartões fosse reclamado. Fico feliz por isso e desejo sinceramente que os votos expressos se concretizem.

De Patricia a 23.01.2015 às 09:28

Sim, confesso que assumi como se fosse para mim...ali à minha espera um recadinho de algum lugar bom do universo, e se fazia falta ;)  por isso obrigada pelo gesto, pela ideia e pelo quentinho que deixou o cartão ;) 

De Inês a 19.12.2014 às 10:58

Adoro mistérios e a foto do local é uma óptima ideia. Apesar de andar pelas Boavistas desta vida, a área é grande e, portanto, com poucas possibilidades de encontrar um cartão.
Portanto, no dia a seguir a ter deixado o cartão, para além da foto do local, podia colocar a frase, poema, ou que for, aqui no blog. Assim, ainda fica mais gente animada, com um sorriso. Eu fico de certeza.

De Fernando Lopes a 19.12.2014 às 19:18

Combinado. Vou fotografar o local onde deixo a frase e colocá-la como legenda. Para não chatear faço isso ocasionalmente, agrupando por exemplo as citações da semana. Pode ser?

De Inês a 22.12.2014 às 12:20

Se pode ser? Claro que sim. Da minha parte só tenho a agradecer e aproveito para desejar um Feliz Natal e um EXCELENTE 2015.
Beijinhos

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback