Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Choro de bebé.

por Fernando Lopes, 30 Jan 14

O bebé do vizinho chora, mas não é um choro qualquer, antes aquela repontice própria de quem quer companhia, mimo, afago, murmúrio ao mesmo tempo pateta e tranquilizador. Ainda hoje recordo o som, o pegar ao colo, o colocá-la sobre a minha barriga, a pequena cabeça repousada no meu peito, o efeito tranquilizador do bater do meu coração que lhe tornava próxima a memória de sons longínquos. Adormeci-a e adormeci-me assim muitas vezes, pousados um no outro, a escutar apenas as melodias da nossa respiração. O som da porta ao lado traz, embrulhadas em doçura, as saudades que ainda hoje tenho de choro de bebé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

6 comentários

De golimix a 30.01.2014 às 20:07

Não tenho saudades do choro mas tenho saudades do bébé.

De Fernando Lopes a 30.01.2014 às 20:58

Não é proprimante choro, é aquele «chorinho» de chamar a atenção, uma espécie de queixume a pedir mimo.

De Marco Neves a 31.01.2014 às 10:58

Com um bebé de 15 meses, ainda não tenho saudades, mas tenho o proveito. É bom (embora às 4 da manhã custe um bocado).

De Fernando Lopes a 31.01.2014 às 12:59

Ainda vai ter saudades dessas noites mal dormidas, palavra de pai. :)

De pimentaeouro a 31.01.2014 às 23:49

Felizes os que têm colo...

De Fernando Lopes a 01.02.2014 às 00:34

Assim é, meu caro, assim é.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...