Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carnaval pra’ que te quero…

por Fernando Lopes, 10 Fev 16

rio Tora.jpgO rio Tora, normalmente pouco mais que um riacho, a correr abundante por entre as pedras

Já aqui escrevi que detesto as festividades carnavalescas, não só as de agora, abrasileiradas com «escolas de samba», como se a natureza lusa fosse a do samba e não a do fado. Mesmo os caretos, a «Dança Dos Cus» e outras formas tradicionais de carnaval à portuguesa não exercem sobre mim qualquer atracção. Eu, festeiro no corpo e alma, desato a fugir do Carnaval. Refugiei-me em Arcos. Chuva, chuva, chuva e chuva. Quatro dias em que a água não parou de cair dos céus permitiram ainda assim uma ida ao café do Cunha, 1, 5 km a descer e o mesmo para cima, beber uma cerveja, falar com os vizinhos, apreciar um cigano com uma «loja do chinês» móvel. Ficam as fotografias de quatro dias de não-carnaval.

 

barrosa.JPG Uma bela vaca barrosã, indiferente ao vento e chuva pasta placidamente em frente ao café

verde.jpgPaisagem pelo caminho


pes molhados alma cheia.JPGPés molhados, alma cheia

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

6 comentários

De Anónimo a 11.02.2016 às 16:41

Um gajo de franca mediocridade tropeça num ramo arisco em solo arbóreo minhoto. Descarrilou encosta abaixo e fodeu-se todinho até ao tutano desconhecido. Dizem que ainda anda por aí algures...
Filipe dos tropeções... 

De Fernando Lopes a 11.02.2016 às 18:52

Os tropeções e quedas não os podemos evitar. Mas podemos levantar-nos, sacudir o pó, fazer uma pose empertigada, e mesmo coxeando seguir em frente.

De pimentaeouro a 12.02.2016 às 10:58

Não posso ver as barrosas mas também detesto o carnaval.

De Fernando Lopes a 12.02.2016 às 22:59

São animais belíssimos, e as fêmeas são normalmente muito mansas. É um prazer chegar perto de um bicho daqueles, coçar-lhe a papada e senti-los felizes com aquele mimo. Já os machos gosto mais de os ver ao longe.

De henedina a 12.02.2016 às 20:58

Arcos de valdevez gosto da paisagem, da calma...e da comida ;).

De Fernando Lopes a 12.02.2016 às 23:07

Mais que «O Lagar», afamado mas sem nada de especial, recomendo-lhe «A Floresta» para uma refeição económica, ou o «Matadouro» para algo mais opíparo. 

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...