Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a sétima onda.

por Fernando Lopes, 31 Mai 14

Admirador quase incondicional de J. Rentes de Carvalho, assisti com enorme prazer à homenagem que lhe foi prestada no âmbito do LeV. Não escrevi aqui sobre a sessão por duas razões: as minhas palavras nada iram acrescentar e por um prazer egoísta de quem resguarda um pequeno tesouro como se fosse só seu. Ao contrário de Soliplass, que tive o enorme prazer de conhecer, o meu talento com as palavras é reduzido, mantendo distância respeitável e embaraçada humildade, quase reverência, perante brilho alheio. Inspirado pelo  meu novel amigo – acho que o posso chamar assim – um frequentador assíduo de alfarrabistas tanto em Portugal como no Brasil, lancei-me na demanda de encontrar antigas obras de J. Rentes de Carvalho, a quem toda a gente, numa familiaridade quase desrespeitosa, tratava simplesmente por «José». Eis o resultado, um livro já com as maleitas do tempo, que lhe dão «estória». Vai directamente para a minha secção de tesouros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

3 comentários

De André Benjamim a 31.05.2014 às 21:01

Guarda-o bem guardado. Eu se tivesse um não o mostrava a ninguém... Nunca se sabe quando é que anda um potencial larápio de livros à espreita. Abc.

De Fernando Lopes a 31.05.2014 às 21:56

André, não te digo quanto custou para não ficares chateado. Pouco, muito, muito, pouco. Ando agora na demanda da primeira edição de «Montedor». De qualquer modo é um belo hobby, não achas?

De André Benjamim a 31.05.2014 às 22:00

Eu não me chateio nada. (sinto um pouco de inveja, porque é invejável). É uma bela ocupação.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...