Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A calma que precede a tempestade

por Fernando Lopes, 19 Fev 11


Vejo os jornais. Os combustíveis atingem preços recorde. Especula-se com os alimentos. O desemprego oficial sobre para 11,1%. Velhos morrem esquecidos. Jovens abandonam o país, repetindo movimentos migratórios do tempo da outra senhora.

E, curiosamente, nada acontece. Nem o mínimo sinal de revolta, nem um protesto, organizado ou espontâneo. A classe média empobrece a olhos vistos. Em silêncio. Com uma estranha resignação. Apenas lamentos, gemidos, de quem, bem lá no fundo, sabe bem que a desgraça geral, ainda mal começou. A bem das contas públicas, do deficit, da Srª Merkel, do raio que os parta.

Será esta a calma que precede a tempestade? Ou estamos todos mortos, e esqueceram-se de nos informar de tão funesto evento?

Autoria e outros dados (tags, etc)

6 comentários

De Fernando Lopes a 19.02.2011 às 22:53

Pedro,

Medo. Disseste bem. Somos uma sociedade dominada pelo medo. Medo de perder o emprego, medo de exprimirmos a nossa opinião, medo que, no futuro, morramos abandonados, medo pelo futuro dos nossos filhos.
Mas este medo que tudo tolhe é mau conselheiro, transforma-nos numa carneirada.
O futuro, que é nosso, e principalmente das crianças e dos jovens só se ganha se vencermos este medo endémico.
Havemos de lá chegar.

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback