Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulheres da minha vida

por Fernando Lopes, 14 Jan 11


Weeping Woman, Picasso, 1937, Tate Modern

 As mulheres da minha vida são três. A minha avó Conceição, a minha mulher e a minha filha. A minha avó é o meu referencial.
Criou-me, cuidou de mim com todo o carinho, aprovou ou aceitou as minha opções, por muito estranhas que lhe parecessem.
Ainda hoje, cinco anos depois da sua morte, está todos os dias no meu pensamento. Mulher rude, pouco dada a manifestações de afecto, era um poço de carinho nas atitudes. Beijos, abraços e mariquices do género não eram o seu pelouro. O amor era distribuído em gestos práticos, em preocupações, em pequenos mimos.

A minha mulher é uma torre de força. Resolveu casar-se comigo aos vinte e um anos, tomar conta de um homem e de uma casa enquanto acabava os estudos. É de uma determinação a toda a prova. É lutadora, resiste ás adversidades como ninguém, e é dotada de um pragmatismo excepcional. Somo o Yin e o Yang. Completamo-nos. Eu um desvairado sonhador, ela sempre pragmática a orientar os meus devaneios. Amo-a, mesmo quando discordamos em quase tudo.

A minha filha é a prova (se prova fosse necessária), que o apuramento genético existe. Reúne o melhor de mim e da mãe.
Apesar da tenra idade consegue ser poética e prática ao mesmo tempo. Consegue brincar a horas a fio comigo e depois, tal como a mãe, lançar-se ao trabalho como se não houvesse amanhã.

Estas confidências serão certamente de pouco interesse, mas são, personificadas nestas três mulheres, uma homenagem a todas as mulheres.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Fenix a 14.01.2011 às 14:49

Parabéns Fernando!

Porque é um sortudo, em ter essas mulheres na sua vida e ainda porque é um homem sensível e reconhecido!

Abraço
Ana Almeida

De Fernando Lopes a 14.01.2011 às 19:13

Ana,

O texto é uma insignificância, mas é a minha maneira de lhes dizer que as amo.
E é uma homenagem, porque com frequência vejo mulheres menorizadas ou maltratadas.
Sem estas três, seria certamente muito pior pessoa.

Abraço,
Fernando

De Dalaila a 16.01.2011 às 13:14

e Elas sem ti meu querido.... de facto este teu texto é mesmo real e sincero, e acho que vocês os três são tão diferentes e tão iguais, que no meu coração cabem todos

De Fernando Lopes a 16.01.2011 às 19:28

Dalila,

Transformamo-nos numa equipa.
Como vocês, também vencemos a adversidade.

Beijo,

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...