Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bola de berlim e o pastel de nata

por Fernando Lopes, 19 Jan 12


A bola de berlim é redonda, cheia, tão barriguda que não cabe em si o recheio. Ostensivamente exibe-o, amarelo cor do ouro, a transbordar. O pastel de nata é uma taça. Um recipiente de cremes vários, dourados pelo sol. Come-se em duas dentadas. A bola polvilhada de açúcar, espalha o branco pó à sua volta. Borra tudo. Faz merda. A nata como doce menor, pequenino e arranjadinho faz o que lhe mandam. Transforma os trabalhadores em tíbias, escanzeladas, a quem já só resta o chantili no interior. Fá-lo através de acordos de mil folhas com o respeitoso assentimento do palito de La Reine.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Fenix a 19.01.2012 às 16:14

Brilhante analogia!

Mas cuidado com os dotes artísticos, senão ainda se vê compelido à exportação. ;)

Abraço

De Fernando Lopes a 19.01.2012 às 18:31

Estou demasiado velho para ser "exportável". Confesso-lhe que a com o meu fascínio por África, já pensei em ir para Moçambique. Mas sou um pastel bolorento, sujeito à decomposição com o calor! Na essência não muito diferente dos pastéis descritos! :)

Abraço,
Fernando

De bibónorte a 19.01.2012 às 21:03

Excelente!
Vou surripiar para o FB.

De Fernando Lopes a 19.01.2012 às 21:23

bibónorte,

No meu tempo de menino havia perto do Liceu D.Manuel II (actual Rodrigues de Freitas) uma pastelaria que vendia folhado coberto de açúcar e amendoim que diziam as más línguas ser feito de pastéis do dia anterior. Eram mais baratos que os outros e deliciosos. Sinto-me como um desses. Apesar de já ser antigo ainda conservo o humor e a gulodice desses tempos remotos.

Abraço,

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...