Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas difíceis

por Fernando Lopes, 11 Jun 11


Tal como muitos homens da minha geração nunca frequentei prostitutas. Mas como rito iniciático, o que disser que nunca foi a uma casa de meninas de má fama é um mentiroso. Fazia parte dos programas obrigatórios das despedidas de solteiro, após faustoso jantar [a frugalidade não era então uma qualidade], uma passagem por uma dessas instituições.

O sítio de referência de então era o Pérola Negra. Antes de ser ter "americanizado" com bailarinas de varão, era um local escabroso frequentado por jovens na busca de novidade e velhos babados, dispostos a ser chulados até ao último centavo por um bocado de atenção de uma mulher que não tivesse o aspecto de uma Ford Transit. Tinha "shows" de sexo ao vivo e o diabo a quatro. Mas isto passou-se em anos distantes do século passado. Amigos meus sempre se fascinaram com este lado escabroso da noite. Esse olhar da miséria humana, dos ambientes de bas-fond, nunca sobre mim exerceu qualquer atracção.

Hoje devido à idade avançada já não vou a despedidas de solteiro. A malta amiga que se casa, já é pela segunda ou terceira vez, e prefere um bom bar a uma casa de putas. Teremos crescido? Perdido a libido? Nem uma coisa, nem outra. Aparentemente até esses negócios estão em desuso, as prostitutas de rua baixaram os preços devido à crise e ao aparecimento da prostituição exclusivamente por necessidade e não apenas pela motivação do dinheiro fácil.

Sinais dos tempos, em que as mulheres de vida fácil, estão sendo substituídas por especialistas em vidas difíceis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Anónimo a 11.06.2011 às 19:08

Comentarei com agrado mal esteja junto a um pc normal.
Ricardo

De Fernando Lopes a 11.06.2011 às 19:44

O simples facto de ver uma artista de varão, puxa-te logo ao comentário.
Libidinoso!! :)

Boas férias,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...