Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viver e morrer em Xabregas

por Fernando Lopes, 17 Jan 11


Uma idosa, sem abrigo, morreu à porta do CAX (Centro de Acolhimento de Xabregas). Morreu junto de quem era suposto acolhê-la, porque se tinha esquecido da chave de um cacifo. Uma "burocracia" que lhe pode ter custado a vida, porque segundo o centro "aqui há regras". Como se as regras não existissem para ser quebradas.
Este "centro de acolhimento" é gerido pelo Exército da Salvação, financiado Câmara Municipal de Lisboa e pelo Instituto de Segurança Social. Aparentemente é preciso percorrer uma via sacra de formalidades para ser acolhido. A senhora podia não estar em condições físicas ou psíquicas de se lembrar onde tinha a chave. É imperdoável que não se dê abrigo, a quem dele mais necessita. Não me interessam as razões. É fácil morrer em Portugal à porta de um abrigo, por culpa de um qualquer tiranete.

Sinto-me profundamente envergonhado por viver num país assim.

Podem ler a notícia aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Fenix a 17.01.2011 às 22:18

Já tinha lido essa notícia algures,e sem querer parecer eu própria desumana, não posso evitar de pensar que as instituições que proliferam por aí, têm como objectivo primário sustentar os directores, os secretários e demais recursos humanos, e só depois é que distribuem as sobras pelos seres aos quais dizem "ajudar". E nessas sobras nem sempre está incluído o respeito e a solidariedade!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 17.01.2011 às 22:56

Ana,

Sábias palavras ...

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...