Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ponto de imperação.

por Fernando Lopes, 10 Jan 14

Manhã que antecede teste de português do segundo período. A periquita está no terceiro ano. A mãe, enquanto veste a filha faz um questionário final:

 

- As frase imperativas terminam com ponto de …

- … imperação?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

9 comentários

De Carla a 11.01.2014 às 00:03

Digo-te, aluno meu que escrevesse uma pérola destas, tinha uma fã para a vida! :D

De Fernando Lopes a 11.01.2014 às 11:48

Na reunião de trimestre a professora queixou-se que a Matilde fez uma composição sem pontos nem virgulas. Argumentei que poderia não conseguir transpor para o papel com a rapidez com que pensa.
- Afinal, o Dinis Machado fez isso em "O Que Diz Molero" e revolucionou a literatura contemporânea portuguesa, disse eu.
Ficou a olhar para mim como um boi para um palácio, nunca o deve ter lido. :)

De Carla a 11.01.2014 às 11:53

Nem as Redacções da Guidinha, pelos vistos. :D

De Fernando Lopes a 11.01.2014 às 11:57

Bem lembrado. "Não és burra de todo", como se diz aqui no norte. :))

De Carla a 11.01.2014 às 12:12

Agradecida! ahahah

De Fernando Lopes a 11.01.2014 às 12:13

Sinceramente, nunca entendi se a expressão era um elogio ou uma manifestação de surpresa pela argúcia do outro. Deixou de se usar, mas era frequente nos idos de 70.

De Carla a 11.01.2014 às 12:15

Também não sei. Mas conheço a expressão.

De Alice Alfazema a 11.01.2014 às 09:34



Imagino que a mãe terá ficado deveras "imperecionada".

De Fernando Lopes a 11.01.2014 às 11:50

Foi galhofa geral. A imaginação não se repreende, estimula-se.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...