Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As mulheres que nos sobrevivem.

por Fernando Lopes, 2 Nov 13

Hoje, milhares de mulheres farão pelos mortos o que fizeram em vida. Incansáveis zeladoras, maternais e solidárias, arranjarão campas, prestarão respeito a quem já não é. O sexo feminino tem resistência na vida, memória, carinho e cuidado na morte. Quando morrer, haverá uma mulher a cuidar da minha campa. Ao seu modo único, a minha homenagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

7 comentários

De Alice Alfazema a 02.11.2013 às 15:16

De Fernando Lopes a 02.11.2013 às 18:07

Obrigado, mas guarda as flores para mais tarde. Por enquanto ainda estou vivo.

Beijo.

De Carlos Azevedo a 04.11.2013 às 21:43

Não querendo desfazer a tua visão terna, devo dizer-te que soube de um caso em que uma viúva visitava diariamente a campa do falecido, mantendo-a impecável, por outros motivos. Dizia ela que, enquanto ele fora vivo, pedira muitas vezes a Deus para ele ir antes dela, sonhando com os dias em que o visitaria no cemitério; agora, com ele morto, tornara-se um prazer diário, uma vingança servida fria e em pó. A vida é tão complexa.

De Fernando Lopes a 04.11.2013 às 21:53

Paradoxalmente, essa senhora não estava a viver a sua vida, mas a do morto. Estava a dar-lhe uma importância extrema, mesmo depois de ele ter desaparecido. Acho mais patético que complexo.

De Carlos Azevedo a 05.11.2013 às 00:03

Humm... As coisas parecem-me mais complicadas do que isso. As que «prestam respeito a quem já não é», e muitas fazem-no quase diariamente, que vida vivem? Eu fico-me pelo complexo. Abraço.

De Fernando Lopes a 05.11.2013 às 00:37

Admito ser um simplório e desconhecer o profundo que está por detrás das atitudes de reverência perante os mortos. O amor como motivação, parece-me apesar de tudo, mais saudável. Os poetas dizem que o amor sobrevive à morte, pode acontecer o mesmo com o ódio, quem sabe? Mas estou no campo da intuição, isto é conversa para se ter ou com uns copos à frente ou em divã de psicanalista.

Abraço.

De Carlos Azevedo a 05.11.2013 às 03:02

Somos dois simplórios, então. E prefiro, de longe, a opção com uns copos à frente! :-) Abraço

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...