Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Moulinex da minha infância.

por Fernando Lopes, 29 Out 13

Houve um tempo antes da Moulinex e do picar carne em 1,2,3. O dispositivo acima era “a máquina” da minha infância. De procedimento simples, cortava-se a carne em pequenos pedaços, introduziam-se na parte de cima do aparelho e rodando a manivela obtinham-se os fios de carne que saíam pelos orifícios laterais. Como a coisa era atarraxada à mesa de operações, exigia uma dose moderada de braço. Demasiado empenho na manivela fazia com que o parafuso não segurasse o aparelho e tudo tombasse, vindo de imediato o calduço da mãe. Pouca força não produzia carne picada. Tal como hoje, a perfeição requeria um equilibrado balanço.

 

Coisa de antanho lembrada pelo meu amigo Carlos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

7 comentários

De golimix a 29.10.2013 às 19:18

Piquei algums carne assim :-)

De Fernando Lopes a 29.10.2013 às 19:53

Também eu! E levei alguns calduços pelo uso de força desmedida. Coisas de adolescente. :))

De Carlos Azevedo a 29.10.2013 às 19:43

A tua descrição parece-me quase uma metáfora daquilo que o Governo nos faz.
Grande abraço.

De Carlos Azevedo a 29.10.2013 às 19:44

Escusado será dizer que lhes falta o tal «equilibrado balanço»...

De Fernando Lopes a 29.10.2013 às 19:57

Discordo. O governo é muito mais rudimentar. Como li no teu estabelecimento agora it's raining cats and dogs.. Nem sequer penso que seja estupidez, é mesmo ignorância que os portugueses se podem transformar em cães danados.

De Sílvia a 13.11.2013 às 14:15

Isso parece coisa do século XIX, mas a verdade é que a minha mãe, que tem apenas 52 anos, não troca essa mesmíssima "moulinex" pelas moulinex modernas. Eu própria me diverti imenso a rodar a manivela (mas cansava!). Agora quando voltar a Portugal no Natal, volto a ser criança e vou brincar com a antiguidade. Aproveito e faço uns rissolitos.

De Fernando Lopes a 13.11.2013 às 18:56

A rosca lateral podia ser trocada e possibilitava vários tipos de espessura dos fios de carne, o que para uma cozinheira experimentada ou amante do detalhe, pode fazer toda a diferença.
"Never mess with the cook."

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...