Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Padrões.

por Fernando Lopes, 22 Out 13

Será que o mundo se comoveria com Maria se ela não obedecesse ao padrão da criança loira, raptada por ciganos maus? Se o abduzido fosse preto, teríamos a mesma empatia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

8 comentários

De Alice Alfazema a 22.10.2013 às 21:43

Não. Infelizmente.

De Fernando Lopes a 22.10.2013 às 23:23

A única forma de combater o nosso racismo endémico, é reconhecer a sua existência. Fui criado com uma avó que para reconhecer as qualidades de um preto dizia: "É um preto de alma branca". É toda uma cultura de séculos a que nem os bem intencionados escapam.

De Ana A. a 23.10.2013 às 19:09

Dito de outra forma, (com ou sem comoção): um preto numa família loira produziria um sentimento de simpatia pela família, que tão nobremente acolheu no seu seio, um infeliz certamente sem futuro, num mundo tão racista e desigual.


Abraço

De Fernando Lopes a 23.10.2013 às 19:27

Na mouche!

De golimix a 23.10.2013 às 21:09

Infelizmente não... é triste não é?

De Fernando Lopes a 23.10.2013 às 21:56

É o nosso "eu" colectivo, com as suas limitações e idiossincrasias. Pensarmos nisso, ficarmos tristes connosco, é um grande passo para melhorarmos.

De golimix a 24.10.2013 às 17:16

Mas isso são suposições. Acredito que até poderia nem ser assim. Gosto de acreditar no melhor.

De Fernando Lopes a 24.10.2013 às 19:52

Gostava de ter a tua fé inquebrantável na natureza humana.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...