Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cala-te, ó parreco!

por Fernando Lopes, 10 Out 13

Por questões de afecto e bolsa, o pai teve vários Minis. A buzina era fracota e fazia barulho que, goste-se ou não, se assemelhava a um pato. Um dia, quando buzinava a um qualquer tipo, teve de ouvir:

- Cala-te, ó parreco!

Furioso, rumou à oficina e mandou instalar a buzina mais potente que havia. Disseram-lhe que era quási igual à de um camião.

- Quero ver quem é que agora me chama parreco!



Memória ressuscitada por este vídeo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De O Abominável Careca a 10.10.2013 às 22:38

Grande homenagem a um homem que gostava de ser sempre o último a rir...
Houvésse naqueles tempo buzinas deste calibre e de certeza que o gozo seria infindável...

Um abraço!

De Fernando Lopes a 10.10.2013 às 23:56

Lembras-te? Um Mini azul que berrava como um camião TIR.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...