Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já não há campainhas de porta.

por Fernando Lopes, 4 Out 13

A casa da minha cunhada é modernaça, com lounge, sofás e wi-fi. Tudo normal, é o que se usa agora. O que chateia é o facto de terem exterminado as campainhas. Chegado à porta tenho um teclado. Introduzo o número do apartamento: 225. Uma voz responde:

- Apartamento 225. Para chamar pressione enter.

- Dasss, campainhas com enter?

- A chamar apartamento 225.

- Mas eu perguntei-te alguma coisa, ó espírito das campainhas?

- Trim, Trim.

- Somos nós, Joana.

- A abrir a porta.

- Que caralho porra, este gajo não se cala?

Abre a porta.

Questão que me assola: inventaram esta merda para acabar com a antiga traquinice da minha infância, tocar à campainha e fugir?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Alice Alfazema a 04.10.2013 às 09:16

O que eu adorava tocar às campainhas.Essa campainha é realmente uma treta, faz-me lembrar quando vou no autocarro, paragem blá, blá, blá...às tantas já nem oiço.

Bom fim de semana

De Fernando Lopes a 04.10.2013 às 12:01

Modernices.:)
O meu fim-de-semana vai ser festeiro (3 festas).

De Carlos Azevedo a 05.10.2013 às 03:32

Haja força (leia-se: fígado)!
E, claro, diverte-te. :-)
Abraço.

De Fernando Lopes a 05.10.2013 às 12:32

Duas das celebrações são infantis. Aí a coisa resume-se a uma (ou duas) taças de espumante. ;-)

Abraço.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...