Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Papel de cozinha.

por Fernando Lopes, 20 Set 13

Como já aqui escrevi tenho uma vizinha espanhola. Apesar de reservada com os restantes vizinhos, engraçou com a família Lopes e troca sempre uma ou outra simpatia connosco. A senhora é médica e tem como carro de serviço uma bomba Audi que custa o preço de um pequeno apartamento. Estaciono na garagem e vejo-a retirar da mala rolos e rolos de papel higiénico, mais precisamente três embalagens XXL que dariam para impar o rabo a um regimento. Ao subirmos no elevador, coloca o papel um em cima do outro de modo a fazer um pequeno banco. Senta-se e confessa no seu portunhol:

- Sabes, es muy difícil viver sossinha. Andava à dos dias a limpar o culo a papel de cocina.

Sorri, disse-lhe que podia acontecer a qualquer um, mas como é que se reage perante alguém que partilha os problemas da higiene mais íntima com esta descontracção?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

9 comentários

De O Abominável Careca a 20.09.2013 às 20:32

Boas!

Ri a bom rir com este episódio, ainda há uns dias atrás estava no " trono " e aconteceu-me a mesma situação que a tua vizinha espanhola descreveu e olha que não é pêra doce limpar o "dito" com um tipo de papel inadequado para o fim em causa. Mas neste caso aplica-se na perfeição a velha máxima..." Quem não tem cão, caça com gato " ....

Um abraço!

De Fernando Lopes a 20.09.2013 às 20:55

Cá por casa só me lembro de ter acontecido uma vez. Usámos guardanapos de papel, mas achas que ia contar a alguém, em particular aos vizinhos?

Abraço.

De Fernando Lopes a 22.09.2013 às 22:07

Manda-me a patroa repor a verdade. Cá em casa nunca tal aconteceu. Com a idade a memória atraiçoa-nos.

De golimix a 22.09.2013 às 22:51

Por acaso também já nos aconteceu, e também fizemos uso do desgraçado do papel de cozinha que acabou num uso bem inesperado! Mas não me vejo a contar a vizinhos como conversa de elevador.

Também tenho uma colega de trabalho espanhola, além descontraída no trato com as pessoas, gosto também do facto de tratar toda a gente por tu.

De golimix a 22.09.2013 às 22:53

Ah! E a partir dessa altura também costumamos ter papel higiénico para um regimento! Por isso, como a compreendo....

De Fernando Lopes a 23.09.2013 às 00:25

É uma personagem à parte. No pico do Inverno andava de vestido de malha, mas maga curta, chique mas pouco prático. Perguntei-lhe: não tem frio? Una senõra nunca tiene frio.

De golimix a 23.09.2013 às 17:07


Andam por aí muitas señoras!

De Carla Pinto Coelho a 26.09.2013 às 00:02

Sorris e ficas calado, tudo o que disseres poderá ser usado contra ti, mais tarde. :D

De Fernando Lopes a 26.09.2013 às 07:56

Tão jovem e tão sábia. :)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...