Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Residentes no Exterior.

por Fernando Lopes, 30 Ago 13

O país, assim, com letra pequena, pindérico e merdoso que é Portugal, já não tem emigrantes. Tornaram-se, por um passo de marketing, “residentes no exterior “. Não é piroso, dá até um toque sofisticado a quem trabalha nas fábricas do Luxemburgo, obras em França ou restaurantes londrinos.

 

Queremos o seu dinheiro, rejeitamos a sua condição. Esse mole imensa que fomentou a economia local construindo casas, enviando dinheiro para a família, criando pequenos negócios aquando do regresso, é vista de soslaio por quem deles se alimentou.

 

Uma nação que força os seus filhos a abandoná-la em busca de uma vida melhor e agora os trata de forma sobranceira, a armar ao sofisticado, não os merece. Melhor deixá-los gastar e guardar o dinheirinho onde o valor do seu trabalho foi reconhecido. Cá, para as elites, e em surdina, continuam a ser uns bimbos que dão muito jeito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De Fernando Lopes a 30.08.2013 às 19:01

Eu conheço-te, pá, sei bem que não havia ponta de soberba no teu comentário.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...