Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pausa para amar.

por Fernando Lopes, 22 Ago 13

Por entre os semáforos do Porto, uma rapariga romani faz malabarismos com bolas à espera de uma moeda. No curto espaço entre o vermelho e o arranque em fúria dos automóveis, há uma pausa para fantasia circense. É pequenina, redondinha, longo cabelo preso numa trança, faces muito coradas, termina o número sempre com uma vénia. Hoje ao passar a pé e mais tarde do que é habitual, observei-a com um bebé ao colo, não muito longe de um dos locais onde exerce este estranho ofício. A seu lado uma matrona que suponho avó da criança. Enterneceu-me. Como seria bom se  todos tivéssemos  um momento a meio do dia para acarinhar os nossos filhos, dizer que os amamos.             

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De Carla Pinto Coelho a 23.08.2013 às 10:22

Podes sempre telefonar ou mandar um sms. (;

De Fernando Lopes a 23.08.2013 às 13:10

Não se pode falar ao telemóvel, nem mandar sms na escola. Além disso, a pequena não tem telemóvel. Está prometido um smartphone para quando fizer a 4ª classe. Quando era miúdo ofereciam-nos um relógio, hoje, o ritual de passagem é celebrado com telemóveis. :)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Sempre a considerá-lo sr. dr. soliplass. Digamos q...

  • soliplass

    Ora bem vindo seja às lides blogosmáticas, que sau...

  • Fernando Lopes

    Nunca nada é linear, então no amor é melhor nem fa...

  • Fernando Lopes

    Sempre certeira, Gaffe. Por essas e outras é que t...