Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O regresso.

por Fernando Lopes, 20 Ago 13

É sempre um misto de angústia e prazer. Sentir-se útil, ter trabalho, tornou-se um bem escasso. E depois há o lado mau: sabes que conseguirias entregar-te ao torpor das férias por muito mais tempo, sabes que quando regressas vais ter dias de loucura para pôr tudo nos eixos, sabes que vais encontrar pessoas de quem gostas muito e outras que preferirias nunca mais ver, sabes que vais te de te levantar cedo, sabes que vais embirrar com o outro automobilista, sabes que o calor vai dar lugar ao frio, sabes, enfim, que tudo vai voltar à rotina que te embrutece a alma e alimenta o corpo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De Ana A. a 20.08.2013 às 17:05

Querido Amigo

A falta dessa estúpida rotina é que me entorpeceu a alma...e saber que nunca mais a irei ter, porque o Tempo não se compadece. Tivesse eu meios para poder usufruir desta liberdade sem medos (do dia/mês seguinte), e sentir-me-ia completamente liberta (e sem culpas), para as coisas do espírito, que é o que distingue o Homem da besta.

Força companheiro, e continue desse lado a mimar-nos!

Abraço

De Fernando Lopes a 20.08.2013 às 19:26

Cara Ana,

Compreendo-a bem. Uma das formas de nos roubarem a liberdade, é tirando-nos o futuro. Todos sentimos essa insegurança, hoje temos trabalho, amanhã podemos não ter, com tudo o que isso acarreta. Mas permita-me que recorde que nos querem amorfos, sem resistência, e essa vontade é a última que lhes podemos fazer. Por isso, viva a sua liberdade como se não houvesse amanhã.

Abraço apertado.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Sempre a considerá-lo sr. dr. soliplass. Digamos q...

  • soliplass

    Ora bem vindo seja às lides blogosmáticas, que sau...

  • Fernando Lopes

    Nunca nada é linear, então no amor é melhor nem fa...

  • Fernando Lopes

    Sempre certeira, Gaffe. Por essas e outras é que t...