Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu, que não percebo nada de economia

por Fernando Lopes, 27 Mar 13

ao ouvir as cinco propostas do PS para resolver a crise, parece que estou a assistir a uma consulta em que o oncologista se propõe curar um doente terminal com uma aspirina.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

3 comentários

De O Abominável Careca a 29.03.2013 às 13:59

Boas,

Que o "Inseguro" já nos vem habituando a "abstenções violentas" ou a moções de censura que mais se assemelham a fugas para lado nenhum e outras tantas incongruências ao longo destes quase dois penosos anos que de facto estas cinco medidas demonstram bem o vazio de ideias e opções deste carismático putativo líder!
Cortar em reformas milionárias e estabelecer um tecto máximo para as mesmas?! E que tal cortar na bandalheira que são as PPP, institutos públicos e fundações de utilidade mais que duvidosa?! E que tal obrigar os bancos a investir na economia nacional?! E que tal cortar nos vencimentos e no número de INÚTEIS que vão de lapidando o erário publico e que costumam ser vistos lá para os lados de S.Bento?! E que tal ter debaixo de olho as conhecidas tríades como são o caso das lojas maçónicas ou as variadas confederações existentes que têm infelizmente a cada dia que passa um protagonismo pernicioso?! Tudo estas situações já deveriam a estar ser averiguadas e acauteladas, mas para ter esta postura é preciso CORAGEM e saber que com toda a certeza quem começar a mexer nos poderes instituídos não durará mais de seis meses porque naturalmente será um alvo a abater!!!
E como este texto já vai longo e muito mais havia a dizer e a vontade de escrever começa a escassear, logo continuamos a dissertação!!!
Um abraço!

De Fernando Lopes a 29.03.2013 às 14:09

Sobre a inoperância de (todo) o poder, remeto-te para um post do Luís M. Jorge, que escreve muito melhor do que eu.

http:/ declinioqueda.wordpress.com /2013/03/25 pois-sim-filho /

É lê-lo.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...