Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Balanço.

por Fernando Lopes, 21 Fev 13

Não amadureci, não sei o que persigo, nunca tive nenhum projecto. Nunca fiquei satisfeito com nada do que faço, digo, escrevo ou penso. Fui feliz algumas vezes, miserável a maior parte do tempo. Sou o mesmo rapaz de sempre, aprisionado num corpo de meia-idade. Adormeço com os meus fantasmas, desperto com o desassossego. Tempo de balanço, tempo de saber que, no essencial, nada mudou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De Fernando Lopes a 23.02.2013 às 23:48

E quão rara é a doçura nestes dias agrestes.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Sempre a considerá-lo sr. dr. soliplass. Digamos q...

  • soliplass

    Ora bem vindo seja às lides blogosmáticas, que sau...

  • Fernando Lopes

    Nunca nada é linear, então no amor é melhor nem fa...

  • Fernando Lopes

    Sempre certeira, Gaffe. Por essas e outras é que t...