Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha nova sobrinha

por Fernando Lopes, 17 Dez 12

 

é um buldogue francês do sexo feminino. Porque aos casais deste País está proibida a reprodução: os mais novos não têm um emprego estável, os mais velhos porque o ritmo profissional, cada vez mais alucinante, não permite tempo para dedicar aos descendentes. Transversalmente é uma sociedade precarizada. A juventude só tem como opção emigrar, ficar desempregada ou ter trabalho mal remunerado. Os ainda empregados nunca estiveram sobre tanta pressão laboral. Os velhos pura e simplesmente não contam, não são ouvidos, não reivindicam, daí que sejam espoliados de pensões e considerados “despesa”.

 

Valham-nos os animais de companhia, os únicos que nos dão tudo sem pedir algo em troca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De bibónorte a 17.12.2012 às 21:33

Tão linda! Parabéns ao "tio" :)
Adoro cães!
Abraço!

De Fernando Lopes a 17.12.2012 às 22:40

Também adoro cães! Partilhei 14 anos da minha vida com um e ainda hoje sinto imensas saudades do velho Fred.

Abraço.

De olha cum bildog a 17.12.2012 às 22:26

gasta mais en veternário cum churumele cigano

De Fernando Lopes a 17.12.2012 às 22:42

e o que é que é isso?

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...