Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

anarcas.pt

por Fernando Lopes, 14 Nov 12

 

Os anarcas portugueses estão mais pobres que os seus congéneres gregos. Usam pedras da calçada em vez de cocktails molotov. 

 

P.S. para os mais distraídos:

O direito de resistência não se pode confundir com a provocação estúpida por parte de meia dúzia de mentecaptos a que assistimos ontem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De O Abominável Careca a 14.11.2012 às 23:07

Boas noitinhas,

No rescaldo de mais uma greve geral os nossos "anarcas" têm muito que aprender no que concerne a técnicas subversivas e ler quem sabe o "Manual do Anarquista" para posteriormente pôr em prática os ensinamentos do tão célebre manual e já agora aconselho a todos os interessados a visualização no "YouTube" do como ír preparado e equipado para ambientes hostis como fazem com regularidade os amigos Gregos e Sul-coreanos!
E como a crise é como o sol, ou seja, quando nasce é para todos e nós usamos a gasolina ou seus sucedâneos essencialmente para mover as viaturas e não para serem usadas como arma de arremesso devido ao preço que é comercializado!
P.S.: Em Portugal nesta altura até tentar ser subversivo convém ser com má cera dose de emprendedorismo...;)

Abraços fraternos deste teu eterno ranhoso...;)

De Fernando Lopes a 15.11.2012 às 00:29

Em vez de ir beber bejecas e queimar chamon . convém investir em gasolina, óleo, ácido sulfúrico, fertilizantes, clorato de potássio e outras maravilhas da química. Dá trabalho? Dá. Obriga a estudar? Obriga. A criar linhas de fuga e atacar os flancos? Claro que sim. Mas pelo menos não se fazem tristes figuras perante bófias que quase bovinamente avisam que vão dar pau.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...