Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O velho no sofá do shopping.

por Fernando Lopes, 15 Nov 12

Em todos os centros comerciais, sentado na zona de sofás, está um velho. Vestido com domingueira dignidade, assiste ao movimento de empregadas e madames, filhas que amparam mães idosas, pais que perseguem petizes ariscos a correr à desfilada. Nunca têm sacos de compras, apenas apreciam quem se passeia como se estivessem a assistir a um filme ou peça de bailado. Todas as lojas anunciam descontos de 30, 40 e 50%. Nada se vende, nem com promoções que noutros tempos fariam senhoras respeitáveis disputar peças de roupa como se o Titanic estivesse a afundar e aquela fosse a única bóia disponível. O velho assiste aquela coreografia impassível. Ocasionalmente, vencido pelo cansaço e aconchegado pela temperatura amena, dormita. Mais tarde apanhará o autocarro para regressar à casa velha e fria, triste e húmida. Ficarão na memória o calor, as luzes, os movimentos daquelas vidas tão distantes da sua. Enrosca-se e adormece com um sorriso reconfortado de quem iludiu a sua triste condição por breves horas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Ana A. a 15.11.2012 às 14:59


Belo e triste!
Não tanto pelo regresso à casa fria, mas porque (já) não tem uma vida palpitante no coração.
A velhice pode ser muito feia!

Abraço

De Fernando Lopes a 15.11.2012 às 15:33

A velhice é, principalmente, um lugar solitário.

Abraço

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback