Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar

por Fernando Lopes, 1 Out 12

7:30. Toca o telemóvel. Carrego no botão que adia por 9 minutos o despertar. Imagino os milhares que, à mesma hora, farão gesto idêntico. No trânsito, enquanto espero a abertura do semáforo, olho para o lado. Os dois automobilistas na fila paralela estão com ar de poucos amigos. Na tasca onde tomo o café matinal impera o silêncio. Os rostos são fechados, pesados. Nos 5 minutos a pé até ao trabalho, ninguém sorri. Os jovens caminham para a faculdade de headphones, ar alheado. Não brincam. Não seduzem. É impressão minha ou comportamo-nos como se carregássemos uma maldição?

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De Maria Alfacinha a 02.10.2012 às 09:58

:-)
Maldição ou castigo! Até eu que sou uma optimista militante tenho dias em que procuro no meu passado pecados suficientes para ter que viver assim agora. E não me lembro de ter pecado tanto assim, chiça!

De Fernando Lopes a 02.10.2012 às 10:20

É difícil sorrir quando nos querem culpados de crimes que, de facto, não cometemos.

De Maria Alfacinha a 03.10.2012 às 10:04

Já há muito que me cansei de ouvir dizer que andei a viver acima das minhas possibilidades. Todo este discurso miserabilista, ameaçador, seja do lado de quem governa, de quem faz oposição ou simplesmente comenta está a despertar o que de pior há em mim. É verdade que sorrir é cada vez mais difícil mas é aquilo que me/nos ainda resta... :-)

De Fernando Lopes a 03.10.2012 às 11:42

Também nos resta o direito de resistência, mas isso são outros quinhentos.

Abraço.

De Maria Alfacinha a 03.10.2012 às 13:48

Direito e dever!
Contem sempre comigo :-)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...