Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Foram-se os anéis

por Fernando Lopes, 23 Set 12

Todos notamos o crescimento súbito de lojas de compra e venda de ouro. Chega-nos agora a notícia de que a venda do metal ao estrangeiro contribuiu para o aumento de 9% do valor total das exportações. Que eu saiba, derreter anéis e jóias de família não traz valor acrescentado à industria portuguesa. A notícia nada revela sobre a origem do vil metal, apenas refere que, num ano, houve um aumento de 75% no valor exportado. Independentemente do aumento da cotação e da produção industrial, intuo que uma parte significativa deste aumento se refere à venda de particulares que transformam em dinheiro velhas jóias de família. Com uma troika a cobrar juros usurários e os portugueses em dificuldades crescentes, temo que este valor vá continuar a crescer, dando força ao aumento das exportações tão querido a este governo e ao ministro Álvaro. A seguir vamos a começar a vender órgãos para os países do norte. Tenho um rim em bom estado. À atenção dos interessados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De bibónorte a 23.09.2012 às 22:09

Pus um carro à venda para ajudar o meu filho a emigrar e até agora nada. O ouro é pouco. Qto aos orgãos só se forem os do filho porque os dos pais estão mais p´ra lá do que p´ra cá. Que p*** de vida!

De Fernando Lopes a 23.09.2012 às 22:33

Compreendo bem a angústia de uma mãe que se vê obrigada a sugerir ao filho a emigração. Segundo o grande filósofo Miguel Macedo a minha amiga não passa de uma "cigarra", ao lado de formigas trabalhadoras e incansáveis como este grande vulto da cultura lusa.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...