Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A revolta dos electrodomésticos

por Fernando Lopes, 5 Set 12

Primeiro a caldeira, de seguida a máquina de lavar roupa, agora o computador. Já há uns anos atrás tinha assistido a idêntica revolta. Depois de avariar o primeiro, a coisa só termina quando somos obrigados a mudar todos os electrodomésticos ou máquinas. Escrevo de um ridículo netbook, uma espécie de PC para criancinhas, anões ou tipos com visão perfeita. Cada vez que ligo a televisão, abro o frigorífico, tiro um café, tremo. Qual será a máquina que vai avariar a seguir? Alguém por aí com experiências similares? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De bibónorte a 05.09.2012 às 21:54

:) Eu já passei por essa experiência mais que uma vez. Além de ficar f***** só dizia:-Isto é bruxedo! Só pode!

De Fernando Lopes a 05.09.2012 às 22:15

Tenebroso. Impossível viver sem estas comodidades modernas. PQP! :) Agora imagine-se a escrever num portátil mais pequeno que a minha torradeira! :))

De Ana A. a 06.09.2012 às 14:08

Fernando,

Temos de exigir aos fabricantes o B.I . das peças, quantas utilizações previstas para cada uma (tipo vida útil das lâmpadas - ciclos:ligar/desligar) e depois... é só fazer as contas!

Isso, ou ter sempre em conta a Lei de Murphy . ;)

Abraço

De Fernando Lopes a 06.09.2012 às 14:50

Se fosse adepto de teorias da conspiração diria que as máquinas são cientificamente produzidas para durarem x anos. Mas isto sou eu a especular. :)

Abraço

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...