Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As minha férias de sonho

por Fernando Lopes, 19 Jul 12

 

Tenho um sonho. Andar uma semana numa caravana de camelos. Sei bem que é coisa de gajo urbano a armar ao aventureiro. Tenho também a noção de que as condições criadas, são também elas para turista ver. Que nunca se conseguirá reproduzir a melancolia dos homens sós, esmagados pelo imenso nada. O meu caso com o deserto foi amor à primeira vista. Tenho por isso este sonho quase inatingível. De fazer parte de uma caravana do séc. XXI, nem que seja numa forma sofisticada de faz de conta. As minhas férias de sonho eram estas. Devagar. Só. Em silêncio. Em comunhão com o animal. Vencendo os obstáculos e os elementos. Passo a passo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

7 comentários

De Anónimo a 19.07.2012 às 12:06

Olá Fernando
Li o teu blog e realmente é um sonho muito romântico. Iria era passar a pesadelo quando não pudesses tomar o banhinho diário e usufruir das comodidades de uma bela sanita ou quando não encontrasses uma sombra para te abrigares dos 50ºgraus diários. Roupinha lavada todos os dias? nem pensar, a mesma de ontem e de anteontem com cheiro a sovaco. E sabes que depois de se andar duas horas de camelo, há uma certa dificuldade em voltar a colocar as pernas direitas?
Mas um sonho é um sonho e é a opinião de quem tem pavor ao calor. Venha a neve e o frio....
M

De Fernando Lopes a 19.07.2012 às 13:23

M,

Para essas vicissitudes já eu estava preparado. Aliás, levam sanitas portáteis, tendas XPTO e uns dispositivos rudimentares para banhoca . Aquilo é para turistas a fingir de nómadas, eheheh !
Só tive oportunidade de andar 5kms no deserto de areia, mas adorei. E podes ter a certeza que ia na Primavera, nunca no Verão.

Abraço,
Fernando

De Ana A. a 19.07.2012 às 17:28

Fernando,

Não consigo admirar a beleza desta foto, pois ao olhá-la sinto-me dentro de um incêndio!!

De Fernando Lopes a 19.07.2012 às 18:33

Ana,

Nem os guias andam no deserto em Agosto, e Julho também é um mês a evitar. Eu, apesar de gorducho, sou insensível ao calor e a imensidão, acalma-me. Mas é só um sonho.

Abraço,
Fernando

De Xana a 19.07.2012 às 18:02

Pois a minha relação com o deserto também foi de amor à primeira vista! E se se diz que ninguém deveria morrer sem ver o mar eu também acho que ninguém deveria morrer sem ver o deserto... não consigo descrever aquela beleza e imensidão. E - quem diria - diversidade de ambientes...
Bj

De Fernando Lopes a 19.07.2012 às 18:36

Diversidade. Muito bem dito. Deserto de pedra, deserto de areia, planície, montanha, é de facto uma paisagem muito mais rica do que aparenta. Presumo pois, que se juntar o guito , tenho companhia para este "nomadismo a fingir"?



Beijo

De Xana a 19.07.2012 às 21:59

Tenha eu também dinheiro... :)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...