Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Já troquei argumentos com a magnificamente apelidada Madame Mubarak sobre a legitimidade dos acampados do Rossio. Por muito que compreenda e ache legítimas as suas aspirações, cumpre-me informar que as revoluções não se fazem com gajos deitados. Porque é cómodo e politicamente correcto ser pacifista e gritar contra a brutalidade policial. À brutalidade deve reagir-se com brutalidade. O recurso à violência é sempre legitimo se formos alvo de violência. Neste caso policial, poderia ser do Estado ou outra. Isto agora não se diz, e é feio pensar assim. Devemos levar no focinho, nos bolsos e ficar calados ou manifestarmo-nos pacificamente. Fica uma imagem como lembrete de tempos idos.

“Quem quer, não a liberdade, mas o Estado, não deve brincar à Revolução.”
Mikail Bakunin

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Anónimo a 13.06.2011 às 09:30

Não pertenço ao movimento.
Não posso estar mais em desacordo com este post.

Somos ou não somos um país onde uma "dita" revolução se fez com cravos nas espigardas?

A violência nunca legitima a violência.

De Fernando Lopes a 13.06.2011 às 09:53

É a sua posiçäo q respeito. Estou longe do politicamente correcto e acho q uma resposta violenta à violência é perfeitamente legítima. Mas tenho consciência q é tudo menos consensual.

De M Manel a 13.06.2011 às 23:00

Estão e estarão deitados, porque continuam a dormir, à espera que algo lhes caia no regaço.



;-) Bj

De Fernando Lopes a 13.06.2011 às 23:29

Welcome back Manel,

De facto somos um país peculiar. Capitães milicianos que fazem uma revolução porque estavam no topo da carreira e "acampados" que em vez de partirem para a luta se deitam no chão. Bem sei que a questão da legitimidade da violência revolucionária não é pacífica, mas isto também é, no mínimo, estranho.

Beijo,

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...