Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gostava que gostassem de mim

por Fernando Lopes, 28 Fev 12

quando choro, triste e inquieto
gostava que gostassem de mim

quando me embebedo é porque
gostava que gostassem de mim

quando olho aquela linda rapariga
gostava que gostasse de mim

quando faço festas ao cão que passeiam na rua
gostava que gostasse de mim

quando cumprimento o velho
gostava que gostasse de mim

quando canto, grave e desafinado
gostava que gostassem de mim

no fundo, simplesmente,
gostava que gostassem de mim

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De Ana A. a 28.02.2012 às 15:52

Fernando,

Este estado de alma é actual, ou pertence à adolescência?! Ou é ficção da treta?!

Às vezes consegue baralhar-me! :-)

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 28.02.2012 às 16:06

Não sei. É meio-ficcionado, meio-verdade, meio-treta! Mas não tinha bebido. :)

De Fernando Lopes a 28.02.2012 às 16:28

Ana,

Sei bem que este post é patético. Mas, estranhamente, não me auto-censurei. Todas as “histórias da treta” possuem verdade e falsidade em doses casuais. A si e a quem lê o purgatório as minhas desculpas. Mas prefiro escrever sandices a levar-me demasiado a sério.

Abraço,

De Ana A. a 28.02.2012 às 17:04

Fernando,

Se nos pedir desculpa pelo que escreve, magoa-nos.

Eu fiz aquelas perguntas porque já tinha escrito um parágrafo a fazer-lhe miminhos na alma, mas de repente pensei que podia não ter nada a ver com a sua realidade, e não quis fazer figura de parvinha!

Eu é que já tinha obrigação de conhecê-lo minimamente se fosse mais perspicaz.

De Fernando Lopes a 28.02.2012 às 17:34

É um privilégio ter leitores como a Ana. Que são antes de mais amigos, com toda a tolerância que a amizade implica. Como bem sabe, já aqui exprimi angústias, patetices, infantilidades, entrevistei-me a mim próprio. Este momento oscila entre a burrice pura e dura e a ingenuidade. Pedimos desculpa por esta interrupção, o purgatório segue dentro de momentos (e aposto que ninguém com menos de 35 anos vai entender esta piada!).

De Ana A. a 28.02.2012 às 15:55

Fernando,

Nãããããão acrediiiito que implementou a censura no seu blogue?!!!!!

Dê-me uma boa razão para me tranquilizar!

De Fernando Lopes a 28.02.2012 às 16:08

Ontem, um grandessíssimo e alternadíssimo camelo começou a chamar nome à minha mãe. É temporário, força das circunstâncias.

De bibónorte a 28.02.2012 às 22:07

Eh pá, mas o que é isso? A precisar de uns miminhos ou uma forma de dizer que sente f*****?

De Fernando Lopes a 28.02.2012 às 22:34

Cara bibónorte,

Acho que as duas coisas. Preciso que me passem a mão pelo pêlo, e também me sinto meio f"%&?!. Ocasionalmente dá-me uma tristeza sem fim. Depois passa. Mas não sou bipolar. Tenho dias maus...

Grande abraço e obrigado pela força!

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...