Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fumar.

por Fernando Lopes, 21 Jul 14

Harry acendeu o cigarro, inalou profundamente o fumo e tentou imaginar os vasos sanguíneos da parede dos pulmões a absorverem ávidos a nicotina. A vida estava a tornar-se mais curta e a ideia de que nunca iria deixar de fumar enchia-o de uma estranha satisfação. Ignorar os avisos dos maços de tabaco podia não ser o acto mais extravagante de rebelião que um homem podia ter, mas pelo menos podia dar-se a esse luxo.

 

Jo Nesbø, «O Pássaro de Peito Vermelho»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

subscrever feeds