Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já nasci velho...

por Fernando Lopes, 23 Fev 12

Já nasci velho. Por isso, sempre que se aproxima um aniversário, deprimo. Por detrás de um tipo brincalhão e sociável está um angustiado crónico. Essa ansiedade acompanha-me desde que me conheço. É minha natureza. Amanhã faço 49 anos. Falta um para 50 e estroncar a pontapé e com grande alarido as portas da meia-idade. Foda-se! Recordei-me de um episódio da juventude, com o velho Dr. Carlos. Na adolescência manifestaram-se os primeiros sintomas orgânicos da angústia crónica que, desde sempre, se apossou de mim. Sudação das mãos, quase constante.

- Não posso fazer nada, rapaz. É ansiedade, sentenciou o velho médico.

Porque escrevo sobre isto? O que é que interessa? Nada. Mas permito-me este pequeno exorcismo, com a esperança de que quem me lê, tolere complacentemente este momento confessional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

14 comentários

De Ana A. a 23.02.2012 às 15:46

Meu bom e "velho" amigo, que importa a idade se o nosso coração ainda tem o privilégio de bater mais forte perante certos acontecimentos?!

Eu sempre tive tendência a reprimir as lágrimas, por pensar que se chorasse deixaria cair as defesas e tornar-me-ia mais frágil, para não dizer "piegas" ;).

Acontece que ainda há pouco ao ler uma notícia na net, com a qual me identifiquei (por um percurso menos bom num passado recente), e como estou só em casa deixei que o choro tomasse conta de mim, sem censuras! Nem sabe o bem que me fez!

Abraço e lembre-se do que escreveu acerca do brilho dos olhos que vê de manhã ao espelho!!

De Fernando Lopes a 23.02.2012 às 16:18

Ana,

Obrigado pelas suas palavras. Nos aniversários fico sempre intratável. Acho que envelhecer implica lidar com alguma frustração e tal não é o meu ponto forte. Depois passa.

Um grande e sentido abraço, deste seu amigo,

Fernando

De bibónorte a 23.02.2012 às 22:23

Caro Fernado
Goze o seu aniversário e esqueça essa besta(angústia)
Abraço

De Fernando Lopes a 23.02.2012 às 22:37

Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim ... Quem se lembra disto já está "entradote". Obrigado, bibónorte, é um prazer tê-la de volta! Sabe uma coisa? Vou gozar mesmo, para começar já meti o dia de férias!! :)

Abraço,

De Moriae a 24.02.2012 às 00:07

Palabens a mecê! Nesta data quelida! Muitas feuicidades, muitos anos de uida!

Pois sendo tu a pessoa que és, resolvi cantar com dois sotaques. Talvez daqui a umas horas (depois de dormir, evidentemente) me lembre de outros! Tudo, mas mesmo tudo, para te fazer sorrir e para que tenhas um dia pleno. E se não tenho piada, não faz mal : )


Não li o post. Vou ler agora.

De Margarida Az a 24.02.2012 às 00:10

Se nasceste velho, és um velho lindo. E muito querido.

De Fernando Lopes a 24.02.2012 às 00:37

1. És maluca como as casas! (não me perguntes porque é que casas são malucas, a única coisa inanimada que vi em movimento foi mobília, após ter fumado uma broca gigantesca)!! :)

2. Adoro gente maluca, sinto-me no meu meio!

Beijo,

De Margarida Az a 24.02.2012 às 10:16

LOL! Adorei!!! Bjs e que tenhas um dia fantástico!

De Ana A. a 24.02.2012 às 16:20


"Vamos ficar por aqui, a fazer aquilo que podemos e sabemos, certos de que fazemos muito pouco em relação aos sonhos que moram no nosso destino e que talvez façamos muito se tivermos em conta aquilo de que somos feitos." - António Alçada Baptista

Fernando,

Um grande abraço de Parabéns!

De Fernando Lopes a 24.02.2012 às 17:06

Não conhecia e é um grande pensamento.

Muito, muito obrigado, e um enorme abraço,
Fernando

De Carlos Azevedo a 25.02.2012 às 03:58

Fernando,
Com algumas horas de atraso, muitos parabéns!
Que comemores este dia por muitos e muitos anos.
Grande abraço,
Carlos

De Fernando Lopes a 25.02.2012 às 10:39

Carlos,companheiro,

Obrigado pela "alembradura". Prometo não deprimir e portar-me como um homenzinho nos próximos aniversários. Afinal já sou um "senhor".

Abraço,
Fernando

De M Manel a 25.02.2012 às 15:31

Primeiro, parabéns atrasados!
Ontem lembrei-me, mas "isto" anda dõ pior e vou falhando (foi o teu aniversário e de outra amiga minha)
Não, não nasceste velho. Tiveste foi muito pouco tempo para estar no ninho, por assim dizer.
Sim, que quando a cria vai para outro ninho...

É sempre tempo para meter pilhas novas!

Bjs e um ano novo em grande (sim, esta é que é a verdadeira passagem de ano :-)

De Fernando Lopes a 25.02.2012 às 18:14

Ó Maria Manuel,

Tu que me conheces há 30 anos, sabes bem que além de ter nascido "com alma velha", tudo o resto é um destroço. Paciência, tenho que aprender a lidar com o envelhecimento. Mas, no espírito, continuo o mesmo de sempre, com ou sem pilhas novas. ;)

Beijo,

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...