Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Murro em ponta de faca

por Fernando Lopes, 23 Jun 12

O que todos sabiam, foi finalmente admitido pelo visionário Gaspar. Chegamos a um momento em que, por mais que se aumentem os impostos, as receitas diminuirão. É o excesso fiscal a gerar o efeito contrário ao pretendido. A política deve ser dos políticos, não dos tecnocratas, que baseados em modelos teóricos de fiabilidade duvidosa, insistem, como num passe de mágica, na austeridade regeneradora. Não é. É um modelo falhado. E para isso não é preciso ser economista, basta ter senso comum. As famílias portuguesas receberão nos próximos meses um balão de oxigénio com os subsídios de férias. Meio milhão de funcionários públicos estão excluídos. Os outros utilizarão o dinheiro para pagar contas. Em Setembro surgirão novas medidas de austeridade, numa espiral que tudo suga. E Gaspar, atafulhado em "curvas de Laffer", em baixa de receita, em aumento substancial do desemprego, continuará a dar murros em pontas de faca. E nós a sangrar por ele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

subscrever feeds